terça-feira , 2 junho 2020

OUTUBRO ROSA | Autoescola reúne mulheres para tarde de SPA

No Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama, pacientes e clientes tiveram tarde diferente.


Esta é a segunda edição do evento, que começou em 2016 (foto: Mariana Negrini/Poços Já).

Nesta quinta-feira (19) foi celebrado o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama e a autoescola Unitran promoveu um dia de SPA para lembrar a data. Tratamentos estéticos foram oferecidos para pacientes em tratamento oncológico e também para clientes, com o objetivo de elevar a autoestima e divulgar informações que possam colaborar com a prevenção e o diagnóstico precoce.

A empresária Valeska Figueiredo, proprietária da Unitran, explica que a autoescola tem trabalhado durante todo o mês com a questão, por meio de mensagens de conscientização para que as mulheres possam se cuidar e se observar, para não serem pegas de surpresa com o diagnóstico.

Pacientes e clientes da autoescola foram atendidas (foto: Mariana Negrini/Poços Já).

“O Spa da Unitran, em parceria com a Unifenas, Tati Morais, Camila Abrão da Mary Kay e Claudia Regina, ofereceu tratamentos e bem-estar para as mulheres em tratamento oncológico, num momento doloroso em que elas estão emocionalmente abaladas. A vida delas continua. Por mais que seja um momento difícil, são muitos os casos de cura e estar bem consigo mesma pode ser um dos fatores determinantes nesta luta”, esclarece Valeska.

Depilação egípcia foi um dos serviços oferecidos (foto: Mariana Negrini/`Poços Já).

Todos os procedimentos foram minuciosamente escolhidos, já que há restrições devido ao tratamento químico do câncer. A depilação egípcia, feita com linha, também foi oferecida e não tem contraindicação. “Embora a gente trabalhe com isso no dia-a-dia, poder oferecer esses tratamentos a pessoas em tratamento, de forma gratuita, faz bem pra elas e pra gente. É a forma que temos de oferecer bem-estar, de cuidar do próximo sem querer nada em troca”, pontua a depiladora Tânia Morais.

A adesão ao SPA foi um sucesso.  Maria José Corrêa, já curada do câncer, procurou o evento. Ela faz parte do grupo “Mulheres Guerreiras”, que proporciona troca de experiências, e conta que o evento ajuda a levar mais participantes. Além disso, lembra que em outubro do ano passado ela ainda fazia tratamento e estar no SPA Unitran foi gratificante.

“É muito gostoso participar, neste ano estou com outro sentimento e pensamento. No ano passado estive na Unitran, mas estava sem cabelo e com diversos sintomas da quimioterapia. Hoje fui diagnosticada como curada e é bom retornar nos lugares que te ampararam e também levar esperança para quem ainda está passando pelo tratamento para que também possa alcançar a graça de Deus”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *