quinta-feira , 23 novembro 2017

Maquiadora oferece curso para deficientes auditivos

Aulas são ministradas com a presença de uma tradutora de Libras


Uma maquiadora poços-caldense está inovando no modo de dar curso de auto-maquiagem. Ela está oferecendo o curso em libras. Assim, ela passa orientações sobre como preparar a pele, passar os produtos certos e outros detalhes às alunas, ao lado de uma tradutora de libras.

Durante as aulas, alunas colocam em prática os aprendizados. (Foto: Arquivo Pessoal)

Bruna Freitas sempre foi apaixonada por maquiagem. Vaidosa, não perde uma tendência e resolveu se profissionalizar, mas mais do que saber fazer uma boa produção, ela resolveu levar isso para outras mulheres e não deixou de lado a atenção com quem não pode ouvir seus ensinamentos, já que também sempre se interessou por Libras.

“Uma das minhas amigas, e modelos, é surda e sempre me disse que amava maquiagem. Eu pensei, por que não ensinar ela e outras pessoas com a mesma deficiência a se maquiarem?”, explica Bruna. “Eu sabia um pouco de Libras quando adolescente. Até cheguei a ajudar meu professores quando tive uma colega de classe surda, mas, para passar o conhecimento às alunas, eu precisava de mais. Foi então que procurei ajuda e encontrei a Lucinéia Oliveira, que se dispôs a me ajudar por seis meses. Ela abraçou o projeto e está comigo para interpretar os meus cursos de auto-maquiagem”, acrescenta.  Lembrando que hoje, ela mesma está inscrita em um curso de Libras no Instituto Federal, para poder atender com mais qualidade.

A maquiadora ressalta que todos sentem o desejo de estar bonitos e isso não é diferente com quem não ouve. Mesmo com a internet, que está cheia de tutorias, Bruna acredita que nem sempre eles são claros e, em raros casos, possuem legendas. “Muitos surdos não tem o domínio da leitura labial e da escrita da Língua Portuguesa, dificultando o aprendizado. Então, era preciso mesmo um método específico para passar todo o conhecimento necessário para aplicar de forma correta os produtos ao se auto-maquiar”, conta.

Bruna e Lucinéia ensinam automaquiagem a deficientes auditivos. (Foto: Arquivo Pessoal)

No curso presencial, as alunas são orientadas sobre a funções dos pinceis, corretivos e suas cores, correção de sobrancelha, pele perfeita, olho, aplicação de base e batom, contorno e iluminação, produtos de acordo com a pele e dicas e indicações de onde comprar os produtos.

A aceitação foi maravilhosa, tanto que agora, além dos cursos presenciais, Bruna e Lucinéia estão gravando vídeos para o youtube, com interpretação para Libras. O serviço é único em todo Sul de Minas.

A interprete conta que ao ser chamada para auxiliar nos cursos, ficou bastante empolgada e feliz. “A participação neste projeto me dá enorme prazer, pois sinto-me honrada em ser um instrumento de ligação de duas culturas diferentes e duas línguas que se interagem tornando possível o compartilhar de conhecimentos. Os surdos lutam há muito tempo pela igualdade, respeito a sua língua e cultura. Isto que estamos tentando fazer nada mais é do que respeitar o direito deles de serem surdos neste mundo ouvintista e cheio de preconceitos”, destaca Lucinéia.

Para maquiadora, o resultado no final da aula vai além da maquiagem perfeita em cada face, o que vale é o sorriso e a alegria de cada aluna em ter recebido conhecimento na sua forma de comunicação.

Ao final, maquiadora entrega certificados e sorrisos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *