Patrocínio
L’Itália Gourmet está fornecendo alimentação saudável para a dieta do Repórter Fitness (foto: Rafael Santos/Poços Já)

Quem acompanhou as primeiras reportagens dessa minha saga para correr a Volta ao Cristo, que chega à 36ª edição no dia 28 de janeiro de 2018, sabe que em minha avaliação física recebi a notícia de que estava com obesidade e no primeiro treino de subida na Serra de São Domingos sofri com dores musculares, principalmente na região lombar.

Para superar todas essas dificuldades, além da ajuda do professor Fernando Nascimento, que está me treinando para a prova, a equipe do projeto buscou grandes parceiros na área da nutrição. Estou sendo assessorado pela nutricionista Josiane Cardillo, com toda a alimentação fornecida pelo restaurante L’itália Gourmet e suplementação da Casa do Atleta.

A nutricionista Josiane Cardillo, parceira do projeto Repórter Fitness (foto: Rafael Santos/Poços Já)
Patrocínio

Mudança de hábito

Com pouco mais de 80 kg, no alto dos meus 1m62 de altura (é só isso mesmo!), estava claro que não conseguiria terminar a Volta ao Cristo sem o máximo de ajuda possível, por isso procurei a competente nutricionista Josiane Cardillo, do Centro de Endoscopia, Nutrição e Cirurgia (CENDEC).

Nos primeiros minutos de conversa já percebi que ia me dar muito bem com a Josiane. Ela me examinou e repetiu o veredito que já havia ouvido do professor Fernando. “Você está com sobrepeso e a gente precisa ter uma redução desse peso, que vai facilitar para você em todos os sentidos, vai te deixar mais leve para correr e ganhar condicionamento. Nisso a alimentação é fundamental. A estratégia nutricional é reduzir a quantidade de carboidratos sem deixar que você entre em fadiga, que sinta muita falta, mas reduzir bastante, para a gente conseguir diminuir principalmente essa gordura abdominal e ter força para melhorar o condicionamento, com uma dieta baseada em proteínas de boa qualidade”.

Alimentação de qualidade

Josiane me passou algumas fontes de gorduras saudáveis, como azeite, abacate e coco, e reduziu a ingestão de carboidratos. Ela tirou os refrigerantes, que representam altas ingestões de açúcar. Bebidas alcoólicas, então, nem pensar. Tudo isso, segundo Josiane, vai fazer com que eu evolua fisicamente muito mais rápido.

Nesta busca por uma alimentação de qualidade, surgiu a parceria com Ana Cristina Geraldi Rezende de Freitas, do L’itália Gourmet, restaurante tradicional de Poços que  hoje apresenta aos frequentadores uma alimentação saudável, se preocupando mais com a saúde e com o bem-estar, agregados ao sabor já conhecido do L’Itália.

“Conversei com a Josi sobre suas necessidades de alimentação e percebi que se encaixa completamente com a proposta do L’Itália. Temos uma chefe de cozinha que busca intercalar sabor com os alimentos, carnes, peixes, legumes, de uma forma harmoniosa e benéfica para o dia a dia. Usamos bastante linhaça, chia, grãos germinados. Não trabalhamos com leite de vaca, usamos leite de amêndoas, leite de alguma castanha, nós trocamos os ingredientes para atingir o público que tem alguma alergia ou intolerância ao leite. Também trocamos a farinha branca em vários pratos pela farinha de arroz e pela farinha integral. Além disso, temos sempre ovos (grande variedade de omeletes) e batata doce, que são bons para os treinos. Temos cardápio para os vegetarianos, muitos veganos também conseguem almoçar aqui, porque temos os burguers de legumes e de grãos”, salienta Ana Cristina.

Suplementação

Além de alimentação balanceada e de qualidade, a nutricionista Josiane Cardillo também me recomendou uma suplementação adequada. Por isso, fechamos parceria com a Casa do Atleta, uma das melhores lojas de suplemento esportivo de Poços, que vai merecer uma reportagem específica nos próximos dias, apenas sobre suplementação. Continue ligado na saga Repórter Fitness na Volta ao Cristo, onde contarei sobre a adaptação à dieta, assim como os treinamentos para a prova. Por enquanto, confira como está sendo minha dieta:

Esquema alimentar

Desjejum: Ovos com outras proteínas (carnes, leite, queijos e iogurtes)

Entre as refeições (colação): frutos oleaginosas (castanhas, nozes, macadâmia, amendoim assado)     

Almoço e jantar ( dois carboidratos no almoço e um no jantar): verdura, legumes, carnes a vontade, frutas carboidratos complexos (arroz e feijão misturados apenas se não tiver outro carboidrato). Tudo preparado ou temperado com azeite extravirgem cru.

Lanche da tarde: whey protein batido com uma fruta.

Tabela de substituição de alimentos

Fontes de proteína

Ovo (1 a 3 unidades)

Peixe – mínimo duas vezes por semana

Queijos –  amarelos e brancos (minas, frescal e ricota)

Coalhadas,  iogurtes naturais ou leite sem lactose

Fonte de Gorduras boas

Abacate

Azeite extravirgem cru

Oleaginosas ( castanha do pará, caju, nozes, amêndoas, amendoim torrado, macadâmia, pistache e avelãs)

Fonte de carboidratos (duas frutas ao dia, sem acompanhadas de proteína)

Abacaxi, acerola, água de coco, ameixa, abacate, polpa de coco, banana-nanica, banana-maçã, banana prata, caju, caqui, carambola, castanha do pará, figo, kiwi, laranja, maçã nacional, mamão/papaia, manga, maracujá, melancia, melão, morango, nectarina, pera, pêssego, uva, goiaba.

Carboidratos complexos para almoçar ou jantar

Tubérculos (batata doce, mandioca ou mandioquinha) – 130g

Milho verde (com proteína ou em salada) – 80g

Tapioca com chia (com ovo, queijo ou farofas enriquecidas) – quatro colheres de sopa (50g)

Arroz integral – quatro colheres de sopa

Quinoa (já hidratada) – quatro colheres de sopa

Feijão de todas as cores, lentilha, ervilha, grão de bico – quatro colheres de sopa

Verduras – à vontade

Acelga, agrião, aipo, alface, almeirão, aspargo, brócolis, chicória, couve, couve de bruxelas, cebola, couve-flor, cogumelos, espinafre, jiló. maxixe, nabo, palmito, pepino, pimentão, rabanete, repolho, rúcula, salsão e tomate.

Legumes – três colheres de sopa

Abóbora, abobrinha, beterraba, berinjela, cenoura, vagem, chuchu e quiabo.

Farinhas e sementes

Farinha de banana verde, chia, semente de linhaça dourada e gergelim.

Condimentos e especiarias

Vinagre, limão, pimenta, molho de tomate, erva-doce, alho, salsa, cebolinha, louro, orégano, noz moscada, canela, cury, páprica, cravo, baunilha e sal (com moderação)

Alimentos excluídos

Açúcar, farinhas (branca e integral) como pães, refrigerante, bebidas alcoólicas, suco de frutas (exceto limonada e maracujá), margarinas.   

Em uma das próximas reportagens, tudo sobre suplementação, na parceria com a Casa do Atleta (foto: divulgação)
Patrocínio

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA