Patrocínio
Um dos últimos treinos da equipe da AADV/PC antes de embarcar para o Espírito Santo (foto: Rafael Santos/Poços Já)

A equipe de goalball da AADV Poços de Caldas está na cidade de Vila Velha (ES), onde acontece, de hoje (08) até domingo (11), o Regional Sudeste I, competição na qual 12 equipes, de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, brigam por duas vagas para o Brasileiro, que acontece em novembro, na cidade de Brasília (DF).

Ano passado, nesta mesma competição, a equipe de Poços ficou na quarta colocação e passou muito perto da vaga para o Brasileiro. Neste ano, com a equipe mais forte, a chance de subir dois degraus e conseguir a vaga é muito grande.

Patrocínio

Nesta quinta, às 15h30, a AADV/PC estreia contra a equipe Fada, de Araxá, em um grupo que ainda conta com o time do IBC, do Rio de Janeiro, e a equipe de Uberaba. A expectativa do comandante do Goalball de Poços, Eraldo Sandi, é se classificar em primeiro da chave e depois fazer a semifinal contra a forte Adevibel, de Belo Horizonte.

“Na primeira fase nós temos a Fada, que é de Araxá, a equipe do IBC, muito forte e do Rio de Janeiro, e o time de Uberaba. De acordo com nossa análise técnica dessas equipes, nós temos a perspectiva de ficar em primeiro da chave. Isso é importante, porque se classificam apenas o primeiro de cada chave e o melhor segundo de todas as chaves. Indo para a semifinal, a expectativa é pegar a equipe da Adevibel de Belo Horizonte. Aí sim vai ser muito complicado, já que se trata de uma equipe que vai complicar nossa vida, mas fizemos um amistoso contra eles, que terminou em 10 a 10. Vai ser um jogão de duas equipes bem afinadas, onde vai vencer a equipe que não tiver falha técnica”, explica Eraldo, que conta com um elenco reforçado em relação a competição do ano passado.   

“Nossa equipe conta para esta competição com o Marcio Augusto Mariano, que tem na bagagem três convocações para a Seleção Brasileira de Jovens. No ano passado ele foi convocado para uma competição na Colômbia, que o Brasil terminou em primeiro lugar, participou em fevereiro deste ano do Parapan de Jovens, onde ele foi campeão também e agora foi convocado novamente para o Mundial de Jovens, que vai acontecer na Hungria, neste mês de julho.  É um jogador que tem uma potência ofensiva muito grande, tem sido destaque da Seleção, que está com uma equipe muito boa para esse Mundial de Jovens e deve ficar entre os quatro primeiros. A perspectiva é que ele esteja nos Jogos Paralímpicos do Japão, em 2020. Tudo depende dele”, revela Eraldo, que também destaca outros grandes atletas da equipe da AADV/PC.

“Também temos o Fernando Brito, que é nosso melhor jogador da defesa, teve algumas fases de treinamento com a Seleção, mas, infelizmente, não foi convocado para essas próximas etapas. Para este Regional temos o reforço nosso atleta Lucas Junior, que é de Poços, passou alguns anos jogando por uma equipe da Adevibel, de Belo Horizonte e conseguimos trazer ele de volta esse ano. É um jogador diferenciado, bem forte na parte ofensiva, foi destaque da Adevibel e deve fazer a diferença ao nosso favor”, confia o treinador.

O atleta no qual Eraldo se refere, Lucas Junior, é poços-caldense, jogou seis anos pela AADV-PC e fez muito sucesso jogando na capital mineira. Agora, de volta a Poços, ele espera usar sua experiência a favor da nossa equipe. “Estava na Adevibel, que é uma equipe muito forte, 4ª colocada no Brasileiro. Agora voltei para Poços e espero ajudar nossa equipe, que é muito boa apesar de jovem, a classificar para o Brasileiro. Esse é o nosso momento, joguei seis anos aqui, conheço o grupo todo e estou muito feliz em poder voltar”, afirma Lucas.

Marcio Augusto Mariano

Com certeza, nessa equipe atual da AADV/PC o grande nome é Márcio Augusto Mariano. Ele foi convocado pela terceira vez para a Seleção Brasileira, na qual, neste mês de julho, disputa o Mundial de Jovens da Hungria. Márcio tem tudo para  representar Poços nos Jogos Paralímpicos de Tokyo, em 2020.

Marcio Augusto Mariano ataca durante treino da AADV/PC; atleta de Poços foi convocado pela terceira vez para a seleção brasileira (Foto: Rafael Santos/Poços Já)

“É minha terceira convocação para a seleção. Nas duas competições que disputei fomos campeões e agora espero que isso se repita na Hungria. Estamos treinando firme para isso. Nosso objetivo é ficar entre os três primeiros do mundo, mesmo disputando contra seleções muito fortes, como Estados Unidos e Canadá. Meu grande objetivo é chegar em Tokio em 2020, para isso vou treinar firme e sempre buscar evoluir. Uso toda essa minha experiência para ajudar aos meus companheiros, principalmente os que estão começando”, salienta Mario.  

Patrocínio

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA