Patrocínio
Fabio Dechichi é um dos principais atletas de crossfit do Brasil (foto: divulgação).

O atleta de Poços Fabio Dechichi fará parte da equipe Crossfit Moema, na seletiva do mundial da categoria, que acontece entre os dias 19 e 21 de maio, na cidade de San Antonio, Texas, Estados Unidos. A equipe de São Paulo, uma das melhores do Brasil, foi uma das dez da América Latina a conseguir vaga para a competição, que garante participação na grande final do Mundial de Crossfit, que acontece no mês de agosto, também nos Estados Unidos.  

Nesta seletiva, participam as dez melhores equipes da América Latina, além de outras 30, que representam sul e sudoeste dos Estados Unidos. As cinco melhores vão para o Campeonato Mundial, o Crossfit Games, que acontece de 1º a 6 de agosto, na cidade de Madison, estado norte-americano de Wisconsin.

Patrocínio

O Crossfit Games é a principal competição da modalidade no mundo. Participar de sua seletiva já é um grande feito, tanto que Fábio tentou por quatro vezes se classificar no individual e passou muito perto. “O legal da modalidade é que você, eu, o campeão mundial, temos que passar pelo mesmo processo seletivo para ir para o Campeonato Mundial. Então, desde o iniciante, até o atleta de ponta, todos têm a mesma chance. Tentei essa vaga individualmente de 2013 a 2016”, conta.

São dez vagas para 17 mil competidores. Em 2015, Dechichi ficou em 21º e em 2016 terminou em 24º. “É um campeonato muito difícil para classificar individualmente. Esse ano eu tive a oportunidade de ser convidado por uma equipe de São Paulo, a Crossfit Moema, que na minha opinião é a melhor equipe de Crossfit do país. Então, nesse ano, no Open, ao invés de eu tentar a vaga no individual, tentei por equipe. Classificam também 10 equipes na América Latina e a gente ficou na 4º colocação e classificamos para a 2º fase, em San Antonio, no Texas”, relata o atleta de Poços.

Fabio Dechichi junto aos atletas da equipe Crossfit Moema, que irá representar o Brasil na seletiva para o Mundial, nos Estados Unidos (foto: divulgação).

A equipe Crossfit Moema já se classificou cinco vezes para a seletiva do mundial e nunca ficou com a vaga. Dessa vez, com a ajuda de Fábio Dechichi, a expectativa é que isso finalmente aconteça. “Essa é a quinta vez que a equipe de Moema se classifica para essa fase e nunca conseguiram passar para o Mundial. Eles me convidaram, junto com outro atleta muito forte, que disputava no individual. Eles acham que com nós dois a chance de conquistar a vaga é maior. É um sonho, já que até hoje, do Brasil, nem um atleta individual e nenhuma equipe conseguiu se classificar”, explica.

Fabio durante competição de crossfit (foto: divulgação)Open

Antes de se classificar para as regionais, as equipes tiveram que passar pelo Open, em que cada atleta realiza uma série de exercícios e manda por vídeo para os realizadores. Os pontos são somados para a equipe. “É uma mescla de exercícios, a gente trabalha levantamento,  ginástica e exercícios metabólicos. Você não pode ser muito resistente, tipo correr muito e não conseguir levantar nada, nem levantar 200 quilos e não conseguir correr. As provas são mescladas para você mostrar que consegue fazer tudo”, informa o atleta da equipe Crossfit Thribo de Poços, que conta com o apoio da Reebok Brasil, Progenex, Fortify Equipamentos, Clínica Reviv e Phitofarma.     

 

Patrocínio

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA