Patrocínio
Dentro Mary
Mary está entre as 10 melhores do país

A nadadora poços-caldense, Mary Ortega, nos últimos dias esteve envolvida na disputa do Troféu Open e Brasileiro Sênior 2015, válido como seletiva para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no ano que vem. Mary ficou com a 5ª colocação nas duas provas que disputou na cidade de Palhoça-SC.

A competição teve dois campeonatos simultâneos com 280 nadadores brasileiros e 48 clubes, com a presença dos melhores atletas do Brasil. Para participar dessa seletiva o CDBA exige índices de participação. A nadadora poços-caldense, que hoje defende a Unisanta, tem dois índices nas provas de 100 e 50 metros costas e está entre as 10 melhores nadadoras do país na prova de 50 costas.

Patrocínio

Nas disputas no Complexo Aquático da Unisul, Mary Ortega nadou as provas dos 50m e 100m costas na categoria sênior e ficou com o 5° lugar nas duas. Resultado que pode ser considerado bom, já que era a atleta mais jovem na categoria, com apenas 22 anos. Já no Absoluto Open, Mary conseguiu a 9ª colocação, se colocando entre as 10 melhores nadadoras do país.

“Aumentei um pouco da minha melhor marca pessoal. Acredito que o desgaste de um ano como este, com 3 campeonatos Brasileiros e pouco tempo de recuperação, possa ter interferido nos meus resultados. Treinei com 2 técnicos diferentes durante o ano , com 2 tipos de treinamentos muito diferentes, mas estou feliz por estar entre as melhores. Porém, nunca satisfeita. Quero buscar o meu melhor no próximo ano , tenho certeza que será incrível”, disse Mary.

12299362_10205324633931171_1401277690790001109_n
Mary Ortega terá nova chance de garantir vaga na Rio-16 em abril

Essa foi a primeira das duas seletivas que irão formar a Seleção Brasileira para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Depois desta, os atletas terão apenas mais uma oportunidade, no Troféu Maria Lenk, em abril.

Como funciona a seletiva:
Para classificar e garantir vaga nos Jogos Olímpicos o atleta deve não só fazer o índice Olímpico exigido Pela FINA, mas ganhar sua prova ou chegar na segunda colocação. Ou seja, mesmo que mais de um nadador atinja o índice olímpico, cada país pode enviar apenas dois nadadores por prova. O time Brasil tem por enquanto 26 atletas, 20 deles em provas individuais, seis em provas de revezamento mais 24 índices conquistados em 17 provas.

2015
Mary Ortega teve excelentes resultados durante o ano. A nadadora voltou a subir no Pódio do Campeonato Brasileiro, em Brasília, e do Campeonato Paulista, em São Paulo, ganhando duas medalhas de bronze .

A atleta agora tem um período de descanso em Poços de Caldas e retoma os treinamentos no dia 5 de janeiro.

Patrocínio

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA