Publicidade
Registros foram feitos a convite do IMS (fotos: Mauro Restiffe)

Neste sábado (17), às 19h30, o IMS Poços inaugura a mostra “São Paulo, fora de alcance”, de Mauro Restiffe. A seleção, que foi exibida em 2018 no IMS Paulista, reúne 18 imagens da capital paulista produzidas pelo fotógrafo entre 2012 e 2014. A curadoria é de Thyago Nogueira, coordenador da área de fotografia contemporânea do IMS. Na abertura haverá uma visita guiada com Restiffe e o curador. O evento é gratuito e aberto ao público.

O conjunto oferece um retrato do cotidiano e das mudanças enfrentadas pela metrópole. A mostra é o desdobramento de um convite feito a Restiffe pela ZUM, revista de fotografia do IMS, em 2012. Incentivado pela publicação, ele registrou o bairro da Luz, região que abriga a Cracolândia e que passava por controversa intervenção municipal e estadual. No ano seguinte, foi convidado a estender o trabalho e fotografar a transformação da cidade no período que antecedeu a realização da Copa do Mundo.

As imagens foram produzidas por Restiffe em caminhadas diárias por bairros centrais e periféricos. Com sua câmera Leica e o filme em preto e branco, documentou desde o cotidiano dos moradores da cidade até acontecimentos como o incêndio no Memorial da América Latina, em 2013, ou um dos vários protestos realizados na metrópole.

Restiffe também registrou as diferentes formas de ocupação do espaço público, além dos estágios de construção e conservação do patrimônio. Segundo o curador, a obra do fotógrafo oferece “uma síntese visual da paisagem humana, arquitetônica e topográfica de São Paulo e uma representação aguçada das tensões políticas e sociais que dão forma ao espaço urbano”.

Longe de cartões-postais, as fotos incluem pontos famosos da metrópole, como o vão do Masp (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) e a praça Roosevelt, mas também novas construções, como o estádio do Itaquerão e o Templo de Salomão, em um panorama de uma cidade em constante transformação.

Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Abertura terá visita guiada com o fotógrafo

Ainda sobre o trabalho, Nogueira comenta: “Depois de percorrer e fotografar exaustivamente São Paulo, Restiffe talvez tenha intuído uma ordem própria, construída por microscópicos grãos de prata. Ao expor a complexa interação entre o espaço, as pessoas e a arquitetura, ao exibir a experiência urbana como uma realidade fragmentada, o fotógrafo age como um urbanista inconsciente, um artista que constrói uma nova cidade”.

Sobre o fotógrafo

Mauro Restiffe nasceu em São José do Rio Pardo, em 1970. Formou-se em cinema pela Faap e estudou fotografia no International Center of Photography e na New York University. Suas obras foram expostas, entre outros lugares, no MAC USP (2011), na

27ª Bienal de São Paulo e na Pinacoteca do Estado de São Paulo (2017). Seu trabalho faz parte de coleções importantes, como as da Tate Modern, do Museum of Modern Art de São Francisco, de Inhotim e da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foi indicado ao prêmio BES-Photo de 2011 e, em 2013, foi premiado pela Fundação Conrado Wessel. Expôs em São Paulo em 2016, na galeria Fortes D’Aloia & Gabriel. Sua exposição individual Álbum, apresentada em 2017 na Pinacoteca do Estado de São Paulo, venceu o Prêmio APCA 2017 na categoria de fotografia.

Conheça o ensaio feito para a revista ZUM em 2012 clicando aqui. Mauro Restiffe conversa com Thyago Nogueira a respeito do processo que originou a mostra, neste link.

O IMS Poços de Caldas fica na rua Teresópolis, 90, Jardim dos Estados. A entrada é gratuita.

Publicidade