Publicidade

O mês de agosto é extremamente significativo para a causa do aleitamento materno. Desde 1992, entre os dias 1 e 7 acontece a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) e em 2017 foi instituído no Brasil o Agosto Dourado, com o objetivo de atrair atenção para as dificuldades relativas à amamentação e sua relevância para a sociedade como um todo.

Exposição pode ser vista até o dia 21 de agosto (foto: Jennifer Bueno)

Em Poços de Caldas, há sete anos há atividades gratuitas neste período, por meio do Círculo Materno, grupo voluntário de apoio ao parto e ao aleitamento. Esse ano, além da sétima edição do Mamaço, haverá uma exposição sobre amamentação no Museu Histórico e Geográfico de Poços e também a iluminação de sua fachada, na cor dourada, durante todo o mês de agosto, em  parceria com o DME.

Essa é a terceira exposição de fotos promovida pelo grupo, em parceria com a fotógrafa Jennifer Bueno. A cada ano, um tema diferente permeia a direção das fotos. A exposição de 2019 tem a intenção de desromantizar a amamentação, mostrando que este ato tem suas dificuldades e acontece nas mais inusitadas situações do dia-a-dia.

Empoderamento

O tema da campanha neste ano é empoderar mães e pais e favorecer a amamentação”.

Atualmente, a maior parte das mulheres encontra grande dificuldade para amamentar. Por isso é fundamental que seus familiares, profissionais de saúde e a sociedade em geral, compreendam a importância do seu papel, tanto no esclarecimento de mitos e comprometimento na disseminação de informações corretas e atualizadas sobre o aleitamento, como no apoio e respeito às mães que amamentam, em qualquer lugar ou situação.

O movimento ainda diz que o aleitamento materno é a estratégia de maior impacto na saúde humana e de menor custo para a sociedade e para o planeta. A amamentação salva a vida de muitas crianças e é gratuita, porém, faltam informações de qualidade, para que um número maior de mulheres consiga amamentar.

O Círculo Materno ainda afirma que há grande conflito de interesses relativo às indústrias produtoras de leites artificiais. A imensa difusão de propagandas relativas a esses produtos atrapalha a experiência e a disseminação da cultura da amamentação em todo o planeta. Em decorrência disso, apesar do esforço para se disseminar a importância do aleitamento, muitas pessoas ainda desconhecem tanto o “Agosto dourado” como a SMAM.

 

 

Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade

Programação completa:

1 a 21 de agosto

Exposição:  AMAmentar – desromantizando a amamentação – Fotos de Jennifer Bueno

Horário:  De terça a sexta: das 8 às 18 horas

Sábados: das 12 às 18 horas

Domingos: das 8 às 14 horas

Local: Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas (Vila Junqueira, R. Padre Henry Moton, s/n – Centro – ao lado do teatro da URCA)

 

10 de agosto

MAMAÇO  – encontro que visa reunir mães que amamentam ou amamentaram, com seus filhos e familiares, para uma grande foto em apoio à causa. Todos que apoiam a causa do aleitamento estão convidados.

Horário 14h30

Local: Vão livre do Itaú (calçada em frente ao Itaú da Rua Assis Figueiredo, esquina com a rua Prefeito Chagas).

Publicidade