Publicidade

O grupo de “Vivências em teatro musical”, da Vivace, vai apresentar o resultado de mais um exercício teatral, para encerrar o primeiro semestre de 2019. Sob a direção geral e coreografias de Bia Câmara e direção vocal de Filip Maluf, o grupo vai subir ao palco na sexta-feira (28), com o musical “A borboleta sem asas”.

O espetáculo conta a história de Babi, uma borboletinha que nasceu sem as asas e logo no começo de vida já precisa lidar com a dificuldade de ser tratada de maneira diferente por alguns insetos do jardim. Determinada a conseguir asas, ela parte em uma jornada e no caminho acaba se deparando com diversos amigos que lhe ensinam sobre as diferenças e a aceitação de forma natural, demonstrando que com solidariedade, empatia e união, todos podem viver em harmonia.

As músicas são interpretadas ao vivo pelos alunos. A peça tem uma hora de duração e contribui para o desenvolvimento do senso crítico, além de valorizar a solidariedade entre as pessoas, abordando as diferenças sem cair no didatismo.

O espetáculo é baseado na obra de César Cavelagna, com texto de Marcos Ferraz e músicas de Marcos Okura e Ricardo Brunelli.

Elenco: Babi (Eleonora Mussolin), Lamparino (Joaquim Pomarico), Abel (Clara Côrtes), Zangão (Gabriel Porto), Magnólio (Danilo Acácio), Cidão (Luan Domingues), Hortência (Alaiane Fartes), Amélia (Fernanda Franz), Joaninha (Maria Fernanda Viotti), Tininha (Luana Castilho), aranha (Hellen Sallys), lua (Bruna Marques), jardim (Roman Cifuentes) e coro (ensemble) – alunos da turma iniciante.

Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade

Serviço

O quê: A Borboleta sem asas

Quando: Sexta-feira (28), às 19h

Onde: Espaço Cultural da Urca

Quanto: R$ 10 (ingressos no restaurante Soddisfatto – rua Rio de Janeiro, 368 – ou na bilheteria da Urca). Pagamento somente em dinheiro.

Publicidade