Publicidade
Exposição está sendo realizada no Paço das Águas (Foto:Nany Abrahão)

O rosto marcado pelo tempo traz algumas histórias tristes, outras alegres. Pelo sorriso, nota-se que o melhor da vida prevalece. Esta senhora da foto acima é uma das personagens registradas para a Exposição Memórias de Uma vida, idealizada pela psicopedagoga Thainá Moreira.

O projeto, desenvolvido por Thainá no asilo São Vicente de Paulo – Associação Damas de caridade, existe desde 2014. O Objetivo era resgatar histórias e ressignificá-las. “Percebia que, quando eu falava que trabalhava em um asilo, as pessoas pensavam em algo triste e eu não olhava desta forma. Percebia que tinha muita vida ali, lembranças, e eu quis mostrar isso para a sociedade”, explica Thainá.

Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Outra exposição será realizada em outubro. (Foto: Nany Abrahão)

Além de trazer essa outra visão para a sociedade, Thainá também viu no projeto a oportunidade de trabalhar a autoestima das idosas e mostrar o quanto suas histórias são importantes. As 28 fotos que compõem a exposição foram tiradas pelos fotógrafos Jennifer Bueno, Fagner Martins, Fábio Andrade e Nany Abrahão em momentos de integração, cultura, artesanato e arte-terapia para estimular a memória. Assim também foi possível obter relatos e onze vieram para a exposição.

As histórias estão espalhadas com algumas fotos, mas a identidade de cada relato foi preservada pela idealizadora do Projeto.

A exposição pode ser conferida no Paço das Águas até o dia 10 de junho e outras fotos serão expostas em outubro, no Espaço Cultural da Urca.

Publicidade