Publicidade
Documentário resgata a história da festa centenária (foto: reprodução/China Trindad)

O documentário ’13 de Maio – A festa de São Benedito, fragmentos de uma história’, será lançado hoje, às 19h, no auditório do Sesc Poços de Caldas. A entrada é 1kg de alimento não perecível.

O documentário é idealizado pela Criativa Idade Sistema Educacional e produzido pela Takes Filmes, sob direção de China Trindad. O filme resgata a história da centenária festa de São Benedito, e a ideia é, além de manter vida a cultura, mostrar um outro lado da festa, como ela chegou até aqui, e o que tem por trás de todo o simbolismo das manifestações dos caiapós e das congadas.

De acordo com a coordenadora da escola, Carolina Nassif Mesquita de Paula, o trabalho de resgate cultural dentro e fora das salas de aula já é realizado há vários anos. Segundo ela, os alunos estudam a história do Brasil e da cidade através de pesquisa sobre a cultura popular do município e aí se incluem as congadas e os caiapós. “Há 20 anos temos o trabalho com a congada. Até temos a Congada Criativa, onde os alunos participam da retirada dos caiapós e participam ativamente dessa manifestação cultural”, explica.

As histórias, em sua maioria relatada de forma oral, estarão agora disponibilizadas de forma documentada. “Sentimos falta de termos essas histórias registradas. Fizemos um trabalho intenso de pesquisa e a intenção é fazer outro documentário, falando mais sobre os caiapós”, comenta Carolina.

O filmmaker China Trindad, que dirigiu o documentário, destaca que esse foi um trabalho muito especial, já que revela um lado da festa que a maioria desconhece. “Eu sempre produzi materiais documentais, mas dirigir esse foi muito desafiador, porque tínhamos que mostrar um lado da história que geralmente as pessoas não se importam, na Festa de São Benedito todos querem comer, brincar e passear por lá, mais a história pra tudo isso chegar até aqui é arrepiante, ela revela muitos mistérios sobre a colonização da nossa cidade. Foi um dos trabalhos na linha documental que eu me senti muito realizado em ter dirigido”.

No documentário ‘13 de maio’ a história é contada por Ailton Santana , o Mestre Bucha, pela historiadora Maria José de Souza, a Tita e dona Orlanda, capitã de Congo.

Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade
Casarão

Publicidade

No dia 13 de maio o documentário será lançado nas plataformas digitais e disponibilizados a todos os interessados.

Filme mostra as manifestações culturais por trás da festa (foto: reprodução/China Trindad)

Serviço

O quê: lançamento documentário ’13 de maio’

Quando: terça-feira, 8 de maio, às 19h

Onde: salão do Sesc Poços de Caldas, à rua Paraná, 229

Quanto: 1 kg de alimento não perecível

 

Publicidade