quinta-feira , 19 abril 2018
Cantina do Araújo

COPA DO MUNDO | Álbum de figurinhas já é febre em Poços de Caldas

Mania está entre as crianças, jovens e adultos, que se reúnem nos pontos de troca


Copa do Mundo chegando e para quem é fanático por futebol, a febre dos famosos álbuns de figurinhas da Copa contagia muita gente. Em Poços não é diferente e a  cada quatro anos é possível encontrar, em diversos pontos da cidade,  famílias, amigos, crianças, jovens e adultos, reunidos para fazer as trocas de figurinhas e quem sabe tentar completar o álbum antes que comecem os jogos, no dia 14 de junho.

O hábito de colecionar figurinhas saiu dos pátios das escolas, e vem, através dos anos, tornando-se tradição de família. E não só de pai para filho, já que os casais também se juntam para completar o álbum.  O casal Stefano Scandiussi, publicitário de 35 anos e a analista de marketing Priscila Guidugli, de 32,  já está na segunda Copa colecionando juntos. “Eu fiz meu primeiro álbum quando tinha sete anos, na Copa de 90, e acompanhei meus irmãos mais velhos que já tinham feito na copa de 86. Isso foi um costume que meu pai ajudou a ter, ele me levava para trocar as figurinhas em frente à Playboy  e foi assim que tudo começou”, conta Stefano.

Contagiada pela emoção do marido e dos amigos, Priscila também  entrou na brincadeira. “Meu primeiro álbum foi na Copa passada. Comecei a acompanhá-lo e vi como era divertido. Comprar as figurinhas e ter aquela sensação gostosa de abrir o pacotinho na expectativa de tirar uma figurinha dourada. Além da oportunidade fazer amizades, um acaba  ajudando o outro. Precisou de uma única Copa para poder pegar o gosto, esse ano fiquei super ansiosa para comprar o álbum, quando lançou comprei no mesmo dia”, comenta entusiasmada.

 

Há duas copas que o casal coleciona o álbum juntos (Foto: Arquivo Pessoal)

Quem pensa que completar o álbum de figurinhas é só uma brincadeira de criança está enganado. Para Mário Roberto Balbino, de 59 anos, o assunto é sério. O técnico de escolinha de futebol conta que a paixão pelos álbuns é tão antiga que ele nem se lembra quando começou. “Faz tanto tempo que nem me lembro quando comecei a colecionar, a minha influência veio através das amizades, além de ser técnico de futebol, os meninos estavam sempre envolvidos com os álbuns de Copa e eu quis aprofundar. Isso me deixa muito feliz, principalmente na reta final, quando fica mais difícil encontrar aquela que você mais quer,” explica.

Muitos já estão na reta final para completar seus álbuns  (Foto: Gabriel Ambrogi/Poços Já)

 A meta principal de quem frequenta os pontos de troca é completar o álbum, mas para José Geraldo, jornaleiro de Poços, a satisfação é outra.  “Quando o pessoal encontra uma figurinha premiada é uma loucura, todos se divertem, eu até deixei de fazer o meu álbum para ajudar o pessoal, porque apesar de ser o meu comércio,  o meu maior prazer é ver as pessoas felizes”, afirma.

O álbum

O álbum da Copa conta com um total de 682 figurinhas adesivas. Deste total, 50 são os chamados adesivos especiais, os cobiçados ‘brilhantes’ que, historicamente, incluem os emblemas das seleções participantes, a bola oficial, o troféu da Copa do Mundo, além de mascote e logotipo oficiais desta edição.

 O preço médio do álbum é R$7,90. Os álbuns e figurinhas são encontrados  nas bancas de jornais e revistas ou no site da marca que confecciona. Para os mais apaixonados, também está sendo vendido uma edição especial do álbum com capa dura.

Os principais pontos de troca em Poços de Caldas ficam na “Banca do Schumaker” na rua Pernambuco, em frente à Caldense  e no “Santuário dos Quadrinhos” na rua Prefeito Chagas, 100.

Os álbuns podem ser adquiridos pelo preço de R$7,90 em qualquer banca de jornal
Sushi na Roça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *