sexta-feira , 22 setembro 2017
Cantina do Araújo

Fotojornalista apresenta exposição sobre folclore sulmineiro


Exposição registra grupo de folia de reis.
Exposição registra grupo de folia de reis. (Foto: Juliano Borges)
Festa de São Benedito também está registrada nas fotos.
Festa de São Benedito também aparece nas fotos (Foto: Juliano Borges)

A exposição “Faces do folclore sulmineiro” começa nesta terça-feira (3) e segue durante todo o mês de maio no Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas. Com 13 painéis do fotojornalista Juliano Borges, a intenção é de retratar pessoas e momentos de manifestações tradicionais no sul de Minas.

As fotos existem há pelo menos dois anos e agora podem ser expostas graças ao edital público aberto pela Prefeitura de Poços de Caldas para definir a programação da Semana do Museu. Borges visitou as cidades de Cabo Verde, para registro de uma cavalhada, e Bandeira do Sul, onde observou um desfile de carros de boi. Em Poços de Caldas foram feitas fotos de folia de reis e da Festa de São Benedito.

Com formato 60×90 cm, os painéis mostram principalmente as pessoas que participam destes eventos, com rostos fortes e expressivos. O fotógrafo conta que gosta de “retratar as marcas que o tempo deixa, o peso da idade, da experiência de cada um”.

A sensibilidade presente nas fotos também é decorrente da família, já que o fotógrafo é filho de Rossmaly Alves de Moraes Borges e neto de Décio Alves de Morais, dois jornalistas e fotógrafos reconhecidos pela qualidade dos seus trabalhos.  “Desde criança nós conversamos sobre fotografia dentro de casa, então este olhar mais sensível, necessário para os fotógrafos, acaba sendo natural”, conta Borges.

Quando questionado sobre o que o levou a registrar esses eventos, ele também fala de infância e família. “Meu avô é muito devoto de São Benedito e me lembro de ter que distribuir santinhos na procissão de São Benedito. Ele rodava milhares de santinhos, faz questão até hoje de ir à procissão e à Missa Conga”.

As fotos expostas são produto das viagens do fotógrafo, mas também do trabalho realizado no portal de notícias Poços Já, do qual é diretor. Além disso, o resultado final também tem a colaboração de outras pessoas. “Agradeço à minha mãe e à artista plástica Dalmoni Lydijusse, que me ajudaram muito na montagem da exposição, e ao pessoal do museu, Haroldo Gessoni e Sonia Sanches, que me deram todo o suporte necessário”.

O Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas fica na rua Padre Henry Mothon, próximo ao Espaço Cultural da Urca. O horário de visitação é de terça-feira a sábado, das 12h às 18h, e aos domingos das 8h às 12h.

APP Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *