Publicidade
Palco não foi montado a tempo de receber a abertura do evento
Palco não foi montado a tempo de receber a abertura do evento

A 31ª Festa Uai começou com problemas. A empresa responsável pela montagem do palco principal não terminou a tempo de receber os artistas programados para a noite de quarta-feira (21). Parte da programação foi transferida para o Circo Coliseu de Roma. O cantor Rodrigo Lessa, que seria a atração principal, não se apresentou.

Dezessete entidades participam da festa, servindo bebidas e pratos típicos da culinária mineira. O bloco carnavalesco TokToaToa está vendendo lanches, porções e derivados do milho. Porém, o trabalho não correspondeu às expectativas no primeiro dia de evento. “Entregaram as barracas à tarde. Chegou tudo atrasado, a cerveja está chegando às nove horas da noite. Não deu para começar a trabalhar, foi bem tumultuado. Nos outros anos, entregaram a estrutura dois ou três dias antes”, reclama o voluntário Humberto Micheleto.

Casa do Caboclo é tradição na Festa Uai
Casa do Caboclo é tradição na Festa Uai

Casa do caboclo

Uma das atrações mais tradicionais da festa é a Casa do Caboclo, promovida pelo Grupo de Escoteiros Pinheiros desde 1991. O grupo também vende o tradicional biscoito com pernil, o que já rendeu diversas melhorias para os escoteiros. No primeiro ano de participação foram comprados equipamentos. Agora, o Chefe Fafi quer levar o grupo para a Ilha Anchieta, no litoral norte de São Paulo. “A gente depende da Festa Uai para conseguir nossos objetivos. Esse ano, a novidade é o biscoito recheado com calabresa. Ano que vem, vamos colocar doce de leite”.

Entre os visitantes da Casa do Caboclo nesta quarta-feira estava a comediante Nany People. Ela conta que participa da festa desde quando ocorria no Parque José Affonso Junqueira. Além disso, teve um encontro inusitado: os artistas circences que vão se apresentar são da mesma família que levava o circo para a cidade de Serrania (MG), onde Nany passou parte da infância. “A festa representa um encontro com o interior. A gente sai do interior, mas o interior não sai da gente. Os problemas de hoje não dizem respeito às comunidades que trabalham aqui. É primordial que essa festa aconteça, é maravilhoso que não tenha se perdido no tempo”.

A Festa Uai termina domingo, no estacionamento do estádio Ronaldão. A programação completa pode ser consultada no site da prefeitura.

Publicidade