Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade

Estelionatários voltaram a agir em Poços de Caldas, induzindo vítimas a entregarem seus cartões e senhas a um mototaxista. Dois golpes ocorreram na quinta-feira (14), com prejuízo de mais de R$ 15,5 mil ao todo.

Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade

A primeira vítima, uma aposentada de 71 anos, contou que recebeu a ligação do suposto funcionário de um banco, informando que os cartões dela tinham sido fraudados e que para abrir uma sindicância precisaria que ela entregasse a um mototaxista seus cartões e senhas. Acreditando estar se protegendo, a vítima seguiu as orientações e entregou não só o cartão do banco em questão, mas outros três, com as respectivas senhas.

Ao contar ao esposo sobre o que havia acontecido, ele desconfiou do golpe e foi até a agência, onde verificou o saque de R$ 3 mil e uma compra no valor de R$ 3,1 mil. Ele imediatamente solicitou o bloqueio de todos os cartões.

Outro caso, também registrado na quinta-feira, vitimou uma mulher de 52 anos. O golpe, nos mesmo moldes, começou com a ligação de uma suposta seguradora de cartões. O estelionatário pediu algumas informações, inclusive as senhas, para providenciar o bloqueio.

Em seguida um mototaxista esteve na casa da vítima, onde recolheu um envelope com os cartões. Tempos depois a vítima recebeu um e-mail do banco, sobre uma compra realizada, e percebeu que havia caído no golpe. Ela ligou para as operadoras dos seus cartões para efetuar o bloqueio/cancelamento e soube que no seu cartão de outro banco foram realizadas compras no valor de R$ 7,5 mil, enquanto no anterior ocorreram compras no valor de quase R$ 2 mil.

Publicidade