Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Autor foi surpreendido quando fugia do supermercado (foto: Arquivo)

Foi publicado no Diário Oficial do Tribunal de Justiça da última terça-feira (21) a decisão pela condenação de Marcos Francisco Pinheiro da Silva. O autor confesso de um furto em 2 de dezembro de 2018 foi sentenciado a três anos e dois meses de reclusão. O homem ficou conhecido após ser flagrado usando técnicas de rapel para cometer o crime.

Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade

Marcos foi condenado por furto qualificado, já que praticou o crime durante o repouso noturno, por ter rompido obstáculos e ter escalado o estabelecimento. A sentença é de 1ª instância e ainda cabe recursos. O regime de cumprimento será aberto.

Materiais e dinheiro foram recuperados

O caso ficou conhecido na cidade após a Polícia Militar ter flagrado o autor durante o crime, após um inspetor de alarmes ter informado o acionamento de vários alarmes do estabelecimento e falta de energia.

Marcos Francisco Pinheiro da Silva foi encontrado no piso superior do supermercado, em cima do muro, pronto pra iniciar a descida em uma corda que daria acesso ao rio que passa nos fundos do supermercado.

Ele confessou o crime e ainda explicou como planejou o delito. O autor disse que no dia anterior foi ao local, fez compras e deixou uma bolsa, com um cilindro e apetrechos para solda em um canto próximo aos elevadores. Marcos foi embora e retornou pela madrugada, quando pulou um dos portões, foi até a sala de energia, interrompeu o fornecimento, arrombou o cadeado de acesso e chegou até a tesouraria, onde subtraiu cerca de R$ 6 mil de dentro de um cofre. Além do dinheiro, ele roubou celulares e perfumes de uma prateleira.