Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Eagle Motos
Publicidade
Cadela debilitada em busca de comida chamou a atenção pelas ruas do bairro

O Centro de Controle de Zoonoses de Poços de Caldas recolheu, na manhã desta quinta-feira (9), 11 cães que estavam sendo vítimas de maus tratos. As informações são de que os proprietários viajaram e deixaram os animais sem alimentação e água.

Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade

O caso foi descoberto na tarde de quarta-feira (8), quando uma cadela magra e debilitada foi vista andando pelas ruas do Jardim Hortênsias. Protetores de animais conseguiram identificar que além dela havia dez filhotes. O caso foi repassado à Polícia Militar e Centro de Controle de Zoonoses, que foram até a casa, na avenida Vereador José Gomes Filho, durante a manhã desta quinta.

No local uma protetora de animais aguardava os agentes e explicou que as informações que obteve eram de que a cadela e os filhotes haviam sido deixados na casa sem alimentação e água. A cadela conseguiu sair da casa e estava pelas ruas procurando comida nas lixeiras.

Filhotes estavam em meio às fezes, sem comida e água

Os militares encontraram o portão da residência aberto e os cães sendo alimentados por populares. Foi tentado contato com o proprietário da residência, mas ninguém foi localizado.

No quintal a situação era também degradante, com fezes espalhadas e sem nenhuma fonte de água. Lá foram encontrados dez filhotes, sendo dois da raça pitbull e dois yorkshires.

O médico veterinário do CCZ constatou os maus tratos. Uma testemunha confirmou que os moradores da casa tinham viajado e que neste período não viu ninguém na casa para alimentar os animais.

Populares desconfiam que no local funcionava uma espécie de canil clandestino, onde os animais são induzidos a procriar para que os filhotes possam ser vendidos. A informação não foi confirmada oficialmente.

Os animais foram retirados do imóvel e encaminhados para lares temporários até a decisão judicial.