Duas mulheres foram presas, acusadas de furtar uma farmácia na noite de terça-feira (19). Uma das suspeitas atribuiu o crime à própria filha.

Produtos foram recuperados (foto:PM)

De acordo com a Polícia Militar, o grupo chegou à Drogaria São Paulo às 19h20. Elas estacionaram o veículo na porta da farmácia e entraram no estabelecimento. Alguns clientes estavam no local e as mulheres saíram sem comprar nada. Desconfiada, a gerente acessou as imagens do circuito interno de câmeras e viu quando uma das mulheres, acompanhada de uma criança que carregava uma mochila, furtou alguns produtos da prateleira.

A PM foi acionada e com base nas imagens saiu em diligências vindo a localizar a condutora do veículo na rua Emmanuel Ângelo Neves Mata dos Santos, bairro Parque Esperança.

Publicidade

A mulher foi abordada e confirmou que esteve na farmácia acompanhada de sua tia, sua cunhada e de seus dois filhos. Ela disse que não encontrou o remédio que procurava, por isso foi embora sem comprar nada.

A suspeita ainda disse que só percebeu o furto quando entrou no carro e viu os produtos furtados com sua filha e por medo de ser presa não devolveu os materiais. Ao conversar com a menina, ela confessou que furtou os objetos e os entregou a polícia.

Os militares foram até a casa da cunhada da mulher, onde mais produtos furtados foram recuperados e teriam sido furtados por ela. As duas mulheres foram presas e as crianças ficaram aos cuidados da bisavó.

Os materiais recuperados foram reconhecidos pela gerente da farmácia e apreendidos.