Publicidade
Intervenção urbana resgata brincadeira

Quem passar pela rua Santa Catarina, na altura do número 45, vai se deparar com uma amarelinha pintada na calçada. Além de resgatar a brincadeira, o trabalho é parte de uma atividade educacional em que alunos realizam intervenções urbanas.

A proposta partiu de alunos do sexto ao nono ano, nas aulas da professora Maria Carolina Nassif Mesquita de Paula, na escola Criativa Idade. Toda sexta-feira, Carolina permite que seus alunos escolham uma atividade dentro da proposta de trabalhar as relações entre as pessoas e o espaço. A calçada foi cedida pelo comerciante Rodrigo Vilas Boas e coube às crianças criar o desenho e executar a intervenção.

Alunos do 6° ao 9° executaram projeto na manhã desta sexta-feira

“Nós constantemente pensamos na cidade e em como voltar o nosso conhecimento a ela. Os alunos se sentem importantes fazendo isto. A ideia da amarelinha é trazer mais alegria para o dia a dia de quem passa na rua. Só no momento em que pintávamos, já despertou a curiosidade e o resgate da infância em várias pessoas que por ali passavam. Isto é o que vale e é o que fica para o alunos”, pontua a professora.

Publicidade

Nesta manhã o espaço ainda estava cercado, mas o comerciante Rodrigo Vilas Boas já percebia os resultados. “O projeto parece estar sendo muito bem aceito, a memória afetiva que essa brincadeira traz aos adultos é muito forte, já ouvimos gente passando e combinando de fazer campeonato”, brinca. “O espaço público, com intervenções como essa, passa a ser melhor utilizado”, acrescenta.