Publicidade

Alunos do Instituto Federal em Poços de Caldas realizam nesta quarta-feira (15) uma manifestação contra o corte de verbas nas universidades federais e em apoio ao “Dia Nacional de Mobilização pela Educação”. A medida surge como resposta ao anúncio de contingenciamento de recursos destinados a universidades federais, anunciado pelo ministro da educação, Abraham Weintraub, na semana passada.

Em nota divulgada no dia 3, a reitoria do Instituto Federal do Sul de Minas alegou que o  bloqueio imposto pelo governo, que representa um contingenciamento de 39% do orçamento institucional de funcionamento,  “prejudicará o funcionamento das escolas, atingindo diretamente os alunos e toda a sociedade”.

Os estudantes vão para a rua Assis Figueiredo, a partir das 13h, com a exposição do Circuito de Pesquisa e Ciência, envolvendo várias universidades. Às 15h haverá um aulão, no coreto da Praça Pedro Sanches, que abordará os cortes da educação e a reforma da previdência. Ainda no coreto, às 16h, o grupo realiza uma intervenção teatral e às 16h30 sai em ato de defesa pelas ruas centrais.

Publicidade

Ainda de acordo com a reitoria, será necessária uma revisão no processo de concessão de bolsas, das viagens técnicas e dos eventos voltados à pesquisa e extensão, e não será possível arcar integralmente com as despesas de alimentação dos estudantes e com o pagamento de água e energia elétrica, entre outras despesas. Além disso, foi levantada a possibilidade de ocorrerem problemas na reposição de equipamentos dos laboratórios e em uma série de ações necessárias a boa aprendizagem.

Publicidade