Publicidade

Agentes penitenciários encontraram nove aparelhos de celular em seis celas do presídio de Poços de Caldas, na última quarta-feira (1°). Além dos aparelhos, também foram apreendidos carregadores e cabos. Em cada cela, um detento assumiu a propriedade dos aparelhos.

As revistas na unidade começaram por volta das 11h, quando agentes analisaram de forma minuciosa as repartições. Na cela de número cinco foi encontrada a maior quantidade de aparelhos, três, além de dois carregadores, duas baterias e dois cabos USB, que um detento de 53 anos assumiu ser o proprietário. Na de número dois havia dois celulares, três carregadores e três fones de ouvido que pertenceriam a um detento de 23 anos.

Nas demais celas, quatro, dez, onze e sete, havia um celular em cada, além de carregadores, cabos e baterias. Na onze um detento de 24 anos ainda tinha uma barra de ferro.

Publicidade

Ao todo foram recolhidos nove aparelhos telefônicos, nove carregadores, três baterias, três cabos USB, três fones de ouvido, duas capas de celular e uma porção de fumo. Vale lembrar que é proibido fumar dentro da unidade.

Os presos relacionados nos boletins de ocorrência vão responder por crime de ingresso ilegal de aparelho celular em unidade prisional, cuja pena é de três meses a um ano de detenção. Além disso, o porte de celular na cadeia resultará em isolamento para o preso, além de se tornar um agravante para o benefício da progressão da pena.