Publicidade

A Unidade da Alcoa em Poços de Caldas iniciará, na próxima terça-feira (23), o cadastramento de propriedades e população residente no bairro Jardim Kennedy, com foco nas ruas mais próximas à fábrica. Este trabalho faz parte do Plano de Atendimento à Emergência (PAE) e tem como objetivo facilitar a comunicação com os moradores nos simulados de evacuação, que serão promovidos em breve, juntamente com a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e demais órgãos competentes para tal atividade. Vale destacar que nem todos os moradores serão cadastrados, incluindo apenas aqueles que estão nas zonas consideradas de autossalvamento, com base no estudo de ruptura hipotética de Áreas de Resíduos de Bauxita da Companhia.

O cadastramento se estenderá até o dia 30 de abril e será realizado pela Labore Consultoria Empresarial RH, de Poços de Caldas, com o apoio da Defesa Civil e consultoria técnica da empresa Pimenta de Ávila Consultoria, consultora da Alcoa há muitos anos e especializada em Geotecnia, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Gestão de Riscos e Segurança.

A Alcoa está divulgando um comunicado aos moradores do bairro, destacando o objetivo do cadastramento e informações práticas, além de disponibilizar um telefone para esclarecimento de dúvidas. Os funcionários da Labore estarão identificados e as informações coletadas são confidenciais.

Publicidade

Os questionários, aplicados porta a porta, contemplarão o tipo de propriedade (residencial ou comercial), número de moradores, escolaridade, e se há residente com algum tipo de deficiência, enfermo ou com mobilidade reduzida, animais de estimação, entre outras informações.

A Alcoa reitera que todas as suas ARBs (Áreas de Resíduos de Bauxita) estão classificadas como estáveis e estas ações preventivas visam atender a um cenário hipotético de rompimento.

*Fonte: assessoria de imprensa

Publicidade