Uma adolescente de 17 anos é acusada de ter esfaqueado um lavrador de 41 anos até a morte em Andradas (MG), na madrugada do último domingo (14). A polícia ainda trabalha para esclarecer a real motivação do crime.

De acordo com o que foi apurado no local, a briga entre a adolescente e Marcos Rogério Francisco, de 41 anos, começou na calçada, na porta da casa onde ele morava. Lá a vítima teria recebido o primeiro golpe, no braço esquerdo, tendo corrido para dentro de casa. Na sala vieram mais dois golpes, um na barriga e outro no peito.

Com os gritos por socorro, a vítima conseguiu chamar a atenção de seu sobrinho e da esposa dele, que correram para o local. Lá o sobrinho encontrou os dois caídos na calçada. A testemunha diz ainda que a autora estava com outros três indivíduos, aos quais pediu para que fossem embora, para tentar apaziguar a briga.

Publicidade

Neste momento, a menor pegou uma faca e desferiu o primeiro golpe, seguiu a vítima e deu outras duas facadas. O sobrinho conta que conseguiu tirar a infratora de cima do corpo do tio e segurá-la até a chegada da Polícia Militar.

Uma mulher, que estava na companhia da menor, contou que estava na casa da vítima, onde tomou banho e foi para um bar encontrar a adolescente. Juntas, elas teriam retornado à casa da vítima, onde aconteceu a discussão. Ela diz que, quando se deu conta, a vítima já estava caída, sangrando.

Um dos homens citado pelo sobrinho confirmou que viu a confusão e foi embora após também ter sido atingido por um golpe no antebraço. A vítima chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas acabou morrendo durante os atendimentos médicos.

A autora disse que passava na porta da casa de Marcos quando ele lhe deu um soco no rosto, sem motivo algum, e que para se defender o esfaqueou. Ela disse ainda que tinha usado cocaína e não sabe onde conseguiu a faca, já que não estava com ela. Ela foi apreendida e encaminhada à delegacia.

Publicidade