Wiliam Gabriel de Oliveira Costa, conhecido como Costela, e Vander Araújo Ribeiro foram condenados na última terça-feira pelo assassinato de Milton Aparecido Bento, a época com 33 anos. As penas são de 17 anos e dois meses para Costela, e cinco anos para Vander.

O júri, realizado ao longo desta terça-feira (19), avaliou o processo que apura a morte de Milton, encontrado com um tiro na cabeça no bairro São Sebastião, em 2016. As investigações apontaram que uma briga entre os suspeitos culminou com o crime.

Vander foi preso ainda no dia do crime, ele teria participado do crime segurando a vítima enquanto o autor foi buscar a arma de fogo. Ele também teria ameaçado a esposa da vítima.

Publicidade

Já Costela foi localizado em Botelhos dias depois, ele seria o autor do disparo e quem teria entrado em atrito com a vítima.

Vander poderá cumprir a pena em regime semiaberto, com liberdade provisória, enquanto Costela irá permanecer preso.

A decisão é de 1ª instância.

Publicidade