Publicidade

Um homem de 33 anos foi preso, em flagrante, pela Polícia Militar, após ter estuprado a esposa, na última segunda-feira (13). A vítima viveu momentos de terror até conseguir fugir, nua e enrolada em um edredom, e pedir socorro para uma vizinha. O autor chegou a reagir à prisão e negou o crime.

O caso aconteceu em um bairro da Zona Leste. A PM chegou ao local após ser acionada pela vítima, ela contou que estava em casa junto com o autor e a filha deles, de 10 anos, e que o homem estava visivelmente alterado e com indícios de que tinha consumido álcool ou drogas.

A rotina da casa se manteve e a vítima foi para o banheiro tomar banho, enquanto a filha se recolheu em seu quarto. O agressor seguiu a mulher até o banheiro, já de posse de uma faca e a puxou pelos cabelos e jogou contra a parede.

Publicidade

Com palavras ofensivas, o homem passou exigir sexo e segurou a vítima com um golpe conhecido como ‘mata-leão’. A mulher conseguiu se soltar do ataque, mas o agressor a segurou pelos cabelos e seguiu com a violência sexual.

Um barulho no portão fez com que o estuprador se assustasse, mas ele seguiu proferindo ameaças de morte e levou a vítima até o quarto, onde continuou o ato, além de ter iniciado agressões físicas.

A vítima se desvencilhou do autor e saiu em busca de socorro, ainda nua, conseguindo um edredom para se esconder e abrigo na casa da vizinha, onde a polícia foi acionada.

A vítima foi encaminhada para atendimento médico, onde o estupro ficou comprovado, assim como as agressões.

O autor fugiu, mas acabou retornando para casa. Quando os policiais chegaram, ele estava escondido em um dos cômodos, protegido por uma barricada de móveis. Foi preciso usar gás de pimenta contra o homem, permitindo que os policiais arrombassem a porta e prendessem o autor.

O homem negou o crime e alegou que estava na casa da avó no momento do crime. Ele foi encaminhado para a delegacia.

Publicidade