Publicidade

Morreu, nesta sexta-feira (15), Gonçalo Colhado, de 96 anos, ex-pracinha da Força Expedicionária Brasileira (FEB). Ícone em Poços de Caldas, ele deixa família e histórias emocionantes. Gonçalo tinha problemas respiratórios desde o mês passado.
O ex-pracinha foi internado em um hospital local e ao longo dos últimos dias chegou a apresentar melhora, mas na madrugada desta sexta-feira a situação se complicou.
Gonçalo será velado no Velório Municipal a partir das 11h30 e será sepultado às 17h no Cemitério da Saudade.
Sua presença sempre foi motivo de orgulho para os cidadãos poços-caldenses, ele participava de diversos eventos, em especial os relativos a questões cívicas, como desfiles, ocasiões em que ele voltava a vestir sua farda, sempre atencioso com quem se aproximava.
Gonçalo entrou para o exército em 1934, quando se alistou de forma voluntária na cidade de Pouso Alegre. Teve passagens pelo Rio de Janeiro e pelo nordeste brasileiro.
Atuou como servidor do DME e nos últimos anos se dedicou a cuidar de um pomar, em plena área central.
O Poços Já TV o entrevistou para o programa Quem Sou, quando Gonçalo contou mais sobre sua história de vida.

 

Publicidade

 

Publicidade