Publicidade

Uma secretária de 38 anos caiu em um golpe, juntamente do seu empregador. Além de ter os nomes enviados para protesto, as vítimas receberam ameaças.

De acordo com o registro feito pela Polícia Militar, no dia três de janeiro a vítima recebeu uma ligação de uma suposta funcionária de um empresa de publicidade localizada em São Paulo (SP), que pedia confirmação de e-mail para envio de contrato. A secretária informou o endereço e recebeu o arquivo com a contratação de serviços no valor de R$ 596, que seriam pagos através da conta de telefone da empresa.

A secretária imprimiu o contrato, preencheu com dados pessoais seus e de seu chefe. Passado um mês, não houve cobrança pela conta telefônica. Porém, no dia sete deste mês, recebeu uma ligação dizendo ser do Cartório de Protesto, que ela e seu patrão deviam boletos que somavam mais de mil reais e teriam restrição de seus nomes.

Publicidade

A mulher entrou no site “Reclame Aqui”, viu várias reclamações dessa empresa e registrou mais uma. Posterior a isso, recebeu uma ligação com ameaças. O caso foi registrado e a vítima orientada.