Publicidade

Além do conselheiro tutelar João Alves, outros quatro foram presos no final da tarde de terça-feira (5). A Polícia Civil cumpriu os mandados de prisão expedidos contra eles dentro da própria delegacia. Sandra de Fátima dos Santos, Lucimara da Silva Simões, Ricardo Aparecido de Souza e Irene de Cássia Cavalcante são acusados de desobediência.

As prisões se deram quando o colegiado acompanhava João Alves, após ele ter sido preso na sede do Conselho, na rua Barão do Campo Místico, por força de um mandado de prisão expedido pela justiça, após o órgão não ter acatado a ordem judicial de recambiar dois adolescentes para a cidade de origem deles, no Norte de Minas. O juiz entendeu que eles tinham desobedecido uma ordem e expediu o mandado para o conselheiro que estava de plantão, após o prazo determinado.

Com a prisão de Alves os companheiros se solidarizaram e ficaram com ele durante todo o tempo da condução. Quando já estavam na delegacia, a Polícia Civil percebeu que os demais conselheiros também estavam com mandados de prisão em aberto, expedidos pelo juiz Robson Luiz Rosa Lima e deu voz de prisão a eles, também por desobediência, uma vez que não comprovaram o efetivo cumprimento da ordem de encaminhamento dos adolescentes a sua cidade de origem.

Publicidade

Os cinco conselheiros foram ouvidos e por volta das 18h foram liberados da delegacia. Eles assinaram um termo para comparecerem no Juizado Especial Criminal assim que intimados.