Publicidade

Desde outubro do ano passado a população vem denunciando a presença de ratos em praças de Poços de Caldas. Para dar uma solução ao problema, o DMAE e a Vigilância Sanitária, em conjunto com uma empresa terceirizada e especializada, realizarão, a partir do dia 05 de fevereiro, serviços de controle de vetores na área central. Vetores são os insetos ou animais, como pulgas, cupins, formigas, baratas, ratos, entre outros, que transmitem doenças para os humanos.

O controle será realizado mediante o uso de produtos químicos biodegradáveis (não agridem o meio ambiente, a saúde humana e os corpos hídricos da cidade), seguindo determinações e procedimentos recomendados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas-ABNT.

O objetivo é atender as inúmeras reclamações feitas pela população sobre o excesso de ratos e baratas nos bueiros e galerias subterrâneas de esgoto na cidade. Em alguns locais, será necessário realizar sinalização específica para minimizar interferências no trânsito de veículos e pedestres.

Publicidade

Recomendações

O controle das baratas será realizado mediante aplicação dos produtos químicos, nebulizando os poços de visita (PVs) na área central.

Embora a nebulização não seja prejudicial à saúde, o DMAE recomenda que as pessoas coloquem tapetes nos ralos para evitar a possibilidade das baratas penetrarem instalações de residências e empresas. Já o controle dos roedores será realizado mediante a colocação de produtos específicos em iscas colocadas nas redes de esgoto. Todos estes serviços fazem parte de um acordo técnico detalhado, incluindo responsabilidades e medições, com a presença de fiscais do DMAE e da Vigilância Sanitária acompanhando todos os trabalhos.

Publicidade