Publicidade

Guilherme Augusto Souza dos Reis e Thalison de Souza estão sendo julgados nesta quinta-feira (10) pela morte de Daniel Guilherme Rodrigues, de 16 anos, em agosto de 2016. A acusação é de que eles teriam se desentendido e iniciado uma briga. Guilherme seria o autor das facadas e Thalison da pedrada na cabeça da vítima.

Corpo foi encontrado por pescador (foto:Arquivo)

O processo que apura a morte está na 2ª Vara Criminal de Poços de Caldas e está sob júri popular ao longo desta quinta-feira.

Daniel foi encontrado morto na manhã do dia 17 de agosto na Rodovia do Contorno, próximo ao Jardim Aeroporto. Um pescador encontrou o corpo do jovem que estava com 39 perfurações e o crânio amassado, provavelmente por pedradas. Perto do local estava uma pick-up Corsa, com os para-brisas destruídos, fruto de furto cometido pela vítima e pelos autores de seu assassinato.

Publicidade

Os suspeitos estão presos desde a época do crime, Guilherme confessou ter golpeado com as tesouradas, enquanto Thalison seria o autor da pedrada.

O desentendimento teria se dado após o grupo ter feito o uso de drogas e decidido furtar um carro. Já com o veículo, o grupo se desentendeu e foi até o terreno, na rodovia do Contorno, onde a execução aconteceu.

Publicidade