Publicidade

Quatro adolescentes foram apreendidos, acusados de tráfico de drogas, na noite da última terça-feira (4), no bairro Chácara Poços de Caldas. A Polícia Militar descobriu que eles haviam invadido uma propriedade e estavam utilizando como ponto para o tráfico, inclusive, com a guarda dos entorpecentes e o fracionamento.

As informações iniciais que a PM recebeu são de que os adolescentes chegaram de moto-táxi em uma chácara, na rua Abílio de Oliveira Maia e que entraram no local pulando o muro. O solicitante não soube dizer o objetivo da invasão e preocupado, optou por ligar para a polícia.

Uma viatura foi encaminhada para o local. Os policiais entraram no quintal da residência onde encontraram quatro adolescentes, com idades entre 14 e 17 anos.

Ao serem surpreendidos, os infratores disseram que invadiram o local há mais de uma semana,  e que estavam lá para praticar a venda de drogas, sendo que ali também fracionavam e embalavam os entorpecentes.

Drogas foram apreendidas (foto: PM)

Durante as buscas os militares encontraram materiais para embalagem das drogas dentro de um armário e no quintal, algumas porções de maconha. Em um dos quartos da casa ainda foram encontrados dois sacos plásticos contendo uma substância branca, aparentando ser algum produto químico para refino de cocaína, um rádio transmissor de comunicação, que provavelmente estava sendo utilizado pelos indivíduos para ouvir a frequência de rádio das polícias e na cozinha da residência foi encontrada balanças de precisão.

Com um dos garotos de 17 anos a PM apreendeu um saquinho com crack e R$ 353,75; com o segundo, também de 17 anos, estava um pote plástico contendo 18 invólucros de cocaína e 150,00. Com o terceiro adolescente, foi encontrada a quantia de R$ 150,00.

Para uma varredura minuciosa os policiais ainda solicitaram apoio da equipe da Ronda Ostensiva Com Cães (ROCCA) com a cadela farejadora Atena, mas nada mais foi localizado.

Os policiais ainda encontraram o proprietário do imóvel, para que ele autorizasse a quebra dos cadeados do portão central da propriedade, o que foi feito. O homem contou que há cinco meses alugou a chácara para uma mulher conhecida como Luciene e que desde então não foi mais à propriedade e que nem sabia que sua chácara estava sendo usada por menores infratores para a venda de drogas.

Dois dos adolescentes, de 14 e 17 anos, são oriundos de Ribeirão Preto e confessaram ter vindo para Poços vender drogas, já que a concorrência estava grande na cidade paulista. Eles disseram ainda que retornam para lá uma vez por semana, para buscar as drogas.

Um dos jovens de 17 anos veio de Gran Mogol (MG) e o quarto é de Poços.

Todos foram apreendidos por tráfico de drogas e invasão de domicílio. Eles foram encaminhados à delegacia, mas nenhum responsável foi encontrado.

 

Publicidade