Publicidade
Ação marcou o início do Outubro Rosa no hospital (fotos: Rafael Santos/ ACS Santa Casa)

Funcionárias, pacientes e familiares que estiveram na Santa Casa nesta segunda-feira (1º) foram surpreendidas com uma linda ação que marcou o início da campanha Outubro Rosa dentro do hospital. Foram distribuídos 250 lenços, acompanhados de panfletos que explicam a importância do diagnóstico precoce na luta contra o câncer de mama.

A entrega dos lenços, que foram doados pela Moleca, foi marcada por muita emoção, já que que foi realizada por Carina Lujan, que luta contra a doença com muita garra e coragem e, a cada lenço entregue, passou uma mensagem de otimismo e esperança. A emoção foi ainda maior, já que a ação foi acompanhada pelo músico Rafael Sisti, que tocou o coração das pessoas com o som de seu violino.

Durante a entrega dos lenços, o que mais se viu foram as pessoas se emocionando com a coragem de Carina que, a cada abraço, levava uma mensagem de amor e conscientização. “Foi lindo. Foi muito importante para mim distribuir esses lencinhos, distribuir os panfletinhos, conversar com os pacientes. Como estou vivenciando isso, percebi que depende de nós mulheres, de fazermos nosso auto exame, da gente se prevenir, carregando essa bandeira com o maior orgulho e a maior alegria”, se emociona Carina.

Publicidade

A ideia da ação foi da voluntária Luciana Marinoni, que conseguiu a doação com a Moleca e teve a ideia de chamar a Carina para fazer a entrega. “A ideia surgiu de uma conversa sobre uma doação da Moleca, através do representante da marca no sul de Minas, Fábio Sólia, para que fosse distribuídos esses lenços para as mulheres aqui na Santa Casa. Foram distribuídos 250 lenços, junto com o panfleto de conscientização. Acho que foi uma ação muito válida, ainda mais levando em conta que foi feita por essa pessoas especial que é a Carina, ao som maravilhoso do violino do Rafael Sisti. Foi, com certeza, um dia para lá de especial na Santa Casa”, destaca Luciana.

Santa Casa contra o câncer de mama

Campanha passou por todas as alas do hospital

O Dr. Ricardo Laier, que é médico mastologista,  lembra que o Outubro Rosa vem sendo já realizado há muitos anos e a Santa Casa sempre tomou a dianteira em relação a esse mês de combate ao câncer de mama, principalmente por conta do Unacon, que é uma referência no tratamento ao câncer em toda a região.

“O câncer de mama tem uma incidência muito alta, mas, felizmente, o índice de cura também é muito alto, principalmente, claro, nos casos diagnosticados em estágios mais iniciais.  Só para se ter uma ideia, hoje, na realidade de primeiro mundo, que é mais ou menos nossa realidade no sul e sudeste do Brasil, é que em torno de 20 a 25% das mulheres estão falecendo da doença.  Ou seja, a perspectiva é muito boa. E um dos pilares da perspectiva ser boa é justamente o diagnóstico precoce. E é esse tipo de iniciativa, como o Outubro Rosa, que conscientiza toda a população para que vá atrás, realize todos os exames preventivos e que nós consigamos ter um diagnóstico precoce e assim um índice de cura alto da doença”, explica Dr. Ricardo.

O superintendente da Santa Casa, Azér Zenun, acompanhou toda a ação e foi um dos que se emocionou com a Coragem de Carina e a música do violinista Rafael Sisti. “É uma satisfação que não tem tamanho. A Carina trouxe uma emoção muito grande, distribuindo os lenços para marcar o mês de outubro, que é o mês de prevenção do câncer de mama. Muito importante, ela mesmo fazendo o tratamento, a alegria e a conscientização que ela traz. Realmente nos emocionamos, nos engasgamos. Sabemos a dificuldade que é o tratamento dessa patologia e ver pessoas, mesmo estando com a doença, trazer essa força de Deus, para que isso possa trazer um alento e uma alegria e que eles possam suportar isso é muito bonito. Se Deus quiser, eles serão curados”, diz Dr. Azér.

Fonte: Aviya Assessoria e Eventos/ Santa Casa de Poços de Caldas

Publicidade