Publicidade

Rafael da Silva Moraes, de 36 anos, foi morto na noite de quinta-feira (10), com sete facadas, ao fazer uma suposta entrega de pizza no bairro Santa Rosália. A polícia acredita que o pedido feito junto à pizzaria foi uma alternativa para atrair a vítima até uma emboscada.

Vítima sangrou muito até a chegada do socorro (fotos: Redes Sociais)

Segundo a Polícia Militar, quando eles chegaram no local, uma equipe do SAMU já havia atestado o óbito da vítima. Rafael sofreu golpes de faca na região do pescoço e havia sangrado muito.

A motivação do crime ainda está sendo investigada. Uma das teses é que o autor teria pedido uma pizza, sabendo que ela seria entregue pela vítima, tendo então recebido o entregador e lhe desferido vários golpes, sem roubar nada dele, nem mesmo as pizzas que ele deveria entregar.

Publicidade

Uma lâmina de faca foi apreendida no local do crime, bem como dois pedaços de pau, que teriam sido usados para executar Rafael.

A perícia técnica constatou que ele teria sofrido uma emboscada e foi perfurado sete vezes,  com golpes distribuídos no pescoço e no tórax.

O proprietário da pizzaria contou que o pedido foi feito normalmente, mas que saiu em busca do entregador após ele demorar a retornar ao estabelecimento e por não estar atendendo o telefone. Ele ainda contou que a vítima tinha muito ciúmes de sua ex-namorada e que havia reclamado que o atual namorado dela não lhe dava paz.

A  ex contou que ele não tinha inimigos, mas que na semana passada foi abordado por um homem que lhe ameaçou, em razão de já ter sido agente penitenciário, mas, ela não soube dizer quem foi.

Um morador da região disse que ouviu a buzina da moto de Rafael e pedidos de socorro. Ao sair para ver do que se tratava, viu o que aparentava ser uma briga entre duas ou mais pessoas.

Motivação do crime ainda está sendo investigada

A polícia esteve na casa do rapaz que namora a ex da vítima, mas este negou qualquer envolvimento, contou que saiu de casa por volta das 21h e retornou às 23h, mas que jamais tentaria contra a vida do entregador. Os policiais revistaram a casa dele, mas nada foi encontrado.

A Polícia Civil está investigando o caso. O delegado Hernanni Peres Vaz esteve na cena do crime e deve assumir o inquérito policial.

Rafael deixa três filhos. Ele está sendo velado no Velório Municipal e o sepultamento será às 17h no Cemitério Parque.

 

 

Publicidade