Publicidade

Thayla Cristina Venâncio da Silva, de 19 anos,  foi condenada, em sessão do júri realizada na quinta-feira (15), a seis anos e quatro meses por ter dado seis facadas em Larissa Vitória Alves em fevereiro do ano passado. O cumprimento da pena será em regime semi-aberto.

O júri teve início às 9h no fórum local. Thayla era acusada de tentativa de homicídio. No dia 12 de fevereiro de 2017,  ela esfaqueou, com seis golpes, Larissa Vitória Alves, na época com 17 anos, não consumando o delito por circunstâncias alheias à sua vontade, mas movida por violenta emoção.

Durante o processo a ré chegou a assumir o crime, mas negou que quisesse matar a vítima. Segundo ela, sua intenção era dar ‘um susto’ em Larissa, que também foi agredida.

Publicidade

A motivação do crime seria uma discussão entre elas, ocorrida no dia anterior por causa de um rapaz, que estaria namorando a vítima, mas antes já havia traído a autora ficando com Larissa.

Após as agressões a vítima passou 17 dias internada e passou por cirurgias.

Thayla foi presa no dia do crime e permanecia no presídio até o julgamento nesta quinta-feira. Ela foi condenada, mas ganhou o direito a liberdade após a sentença, por progressão de regime, uma vez que estava presa a mais de um ano. O alvará de soltura foi expedido nesta sexta-feira (16).

Publicidade