Publicidade

A rivalidade entre motoristas do aplicativo Uber e taxistas chegou a Poços de Caldas. Na noite de quarta-feira (10) um motorista do Uber registrou um boletim de ocorrência após ter sido agredido e ter suas chaves subtraídas.

Para a Polícia Militar, a vítima, Anderson Luciano da Silva, de 29 anos, disse que dois autores, taxistas, ocupando um Prisma de cor verde, se aproximaram dele na Praça Doutor Pedro Sanches e questionaram se ele era motorista de Uber. Quando respondeu afirmativamente, passou a ser agredido.

O motorista contou ainda que antes das agressões um dos autores disse que iria “ensiná-lo a roubar serviço dos outros”. Foram dados vários socos e enquanto a vítima tentava se desvencilhar das agressões, um dos autores pegou a chave de seu carro, que estava na ignição do veículo, e fugiu junto do comparsa.

Publicidade

A vítima permaneceu no local e foi acolhida por populares, acionando a Polícia Militar. O motorista acredita ter reconhecido um dos autores, passando seu nome à PM.

Instantes depois do fato, os autores retornaram ao local e jogaram a chave do carro no chão.

 

Publicidade