sábado , 19 agosto 2017
Tati Morais

Usuário é agredido e enganado por traficantes


Um usuário de drogas foi agredido e roubado após fazer um acordo com um trio de traficantes. Ele foi convencido a permitir que usassem seu carro em troca de drogas, mas houve desentendimento.

A Polícia Militar soube do fato na noite de terça-feira (9), quando o mecânico de 33 anos deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com alguns hematomas pelo corpo e um corte profundo na cabeça. Ao ser questionado pela PM, o mecânico disse que é usuário de drogas e que por volta das 19h foi até uma “biqueira”, na rua Engenheiro Ubirajara Machado de Moraes, bairro São João, onde já tem o hábito de comprar os entorpecentes. Ele diz ter adquirido uma pedra de crack, por dez reais, de três indivíduos. Em seguida, teria deixado o local para fumar a pedra.

Duas horas depois, o usuário relatou ter retornado ao local, com apenas cinco reais, mas não teria conseguido comprar crack. O trio propôs vender duas pedras e que daria uma volta no carro do mecânico, além de abastecer com R$ 18.

Com o acordo fechado, o grupo foi até um posto de combustível, abasteceu o veículo e entregou as pedras. Os quatro foram até a avenida João Ferreira Gonçalves, no Jardim Amaryllis, onde a vítima entregou a direção do veículo ao rapaz de 16 anos, para que pudesse preparar a droga para o consumo. Durante a condução do veículo os ânimos se alteraram, o trio exigiu o mecânico saísse do carro e começou a briga.

Publicidade

Além do jovem de 16 anos e de outro de 14 anos, um terceiro rapaz ainda não identificado estava no carro. Foi ele quem pegou um pedaço de madeira e desferiu vários golpes na vítima, que terminou com vários hematomas pelo corpo e um corte profundo na cabeça. Depois de cair no chão, as agressões continuaram.

O trio fugiu em seguida levando o carro da vítima, que conseguiu socorro e foi encaminhada até a UPA por familiares, antes de ser  medicada e liberada.

Na manhã desta quarta-feira (10) o mecânico voltou a procurar a PM, com a informação de que um dos autores estaria na biqueira naquele momento.

Uma viatura foi até o local e encontrou o terceiro adolescente, que confessou o roubo. Ele disse que deixou o carro com os comparsas e por isso não sabe a localização do veículo.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.