domingo , 23 abril 2017

Poços de Caldas tem 26 radares em operação

Equipamento mais recente foi instalado em rodovia e começou a funcionar nesta terça-feira (18).


Radares da avenida João Pinheiro foram instalados em 2015.

Poços de Caldas já conta com 26 radares para controle de velocidade, divididos nas vias urbanas e rodovias. O último, na BR-267, entrou em operação nesta terça-feira (18).

Os radares da área urbana estão nas avenidas João Pinheiro e Mansur Frayha, além de um na rua Marechal Deodoro. Nas avenidas, além do controle de velocidade, é fiscalizado o avanço de sinal vermelho. Os equipamentos foram instalados em 2015.

Já nas rodovias o processo de instalação dos equipamentos acontece gradativamente desde 2016 e o último na BR-267, altura do quilômetro 536,próximo à divisa com São Paulo. Embora em funcionamento desde o dia 11, só agora as multas começaram a valer. A velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Este e os outros 12 são de responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG).

Dos 26 radares, apenas um limita a velocidade em 40 km/h. Os demais estabelecem a máxima em 60 km/h. Nas rodovias, no trecho da Zona Oeste, a BR-267 conta com sete radares, a partir do Ginásio Poliesportivo Arthur de Mendonça Chaves. Na rodovia do Contorno, LMG-877, são cinco e na estrada que liga Poços de Caldas a Palmeiral, LMG-880, mais um. Em todos os pontos há sinalização da presença dos radares fixos e placas com o limite de velocidade a ser empregado.

Além dos 13 radares em Poços de Caldas (conforme tabela abaixo), o DEER instalou outros 254 em todo o estado. Para conferir onde eles estão, clique aqui.

1 Comentário

  1. Ao invés de limitarem a velocidade, por que não melhoram as condições de todas essas vias permitindo um melhor fluxo? Por que não se instala passarelas, viadutos e tantos outros recursos que melhorem a circulação de veículos e das pessoas? Resposta: Melhor arrecadarmos mais, para dividirmos mais para nossos bolsos, porque o povo não vai fazer nada e nós que mandamos! Esse é o pensamento dos “escolhidos”, dos conhecedores, dos capacitados para tal… Deveriam criar vergonha nas suas caras de pau e aprenderem a trabalhar que esse servicinho que vocês fazem eu tiraria de letra! Ainda lembrando que radar, mesmo para quem não corre como eu desconcentra, stressa ter que ficar policiando o velocímetro e deixa mais propício a acidente. Por sinal quase sofri em frente ao parque municipal, sendo que estava a 48 km/h, fiquei preocupado com o radar, o caminhão freou bruscamente e quase fui parar em baixo. Então revejam seus conceitos e ideias antiquadas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *