quinta-feira , 24 agosto 2017
Tati Morais

Reclamação sobre bar termina com notificação por perturbação de sossego e falta de AVCB


Ação foi motivada por denúncias (foto: Centro Social de Cabos e Soldados).

Reclamações sobre um bar no Quisisana terminaram com um registro por perturbação de sossego e notificação por falta de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). A ação reuniu policiais militares e bombeiros no final de semana.

Segundo os órgãos, havia várias reclamações sobre o excesso de barulho gerado pelo estabelecimento, principalmente após as 22h. Os denunciantes disseram que, além do acúmulo de um grande número de pessoas no local, a música era sempre muito alta e incomodava o sossego dos vizinhos.

Publicidade

A PM registrou um boletim de ocorrência, em razão da perturbação de sossego, e os bombeiros notificaram o estabelecimento sobre a ausência de AVCB, com prazo de 60 dias para regularização.

A advertência por parte dos bombeiros determina que em um prazo de 60 dias seja apresentado um projeto contra incêndio e pânico, devidamente aprovado, para obtenção do auto de vistoria.

Além disso, foi verificado que o estabelecimento também não possui o alvará de funcionamento da prefeitura, embora tenha sido solicitado em fevereiro deste ano.

O responsável pelo bar diminuiu o volume do som e informou que algumas situações atípicas geraram a reclamação, como a presença de artistas com grande público. Ele ainda disse que os documentos estão sendo providenciados.

App Poços Já

1 Comentário

  1. Isso aí é uma vergonha. Essa porcaria desse bar, fica com som alto até tarde na madrugada, já ocorreu dias em que 1 hora da manhã o som estava na maior altura, eu que moro na rua de cima, e colegas que moram no Jardim Vitória, conseguiam ouvir a algazarra proporcionada por eles.
    A falta de respeito é tanta, que até vídeo foi gravado, de um dos “músicos” presentes no local falando que era pros vizinhos incomodados irem até o bar se tivessem coragem.
    Das inúmeras ligações feitas para a Polícia Militar, a PM raramente compareceu ao local. A sugestão dada, era os vizinhos se unirem para fazer um boletim de ocorrência, pois, a polícia estava ocupada e não podia ir ao local. Só reforça a ideia que a justiça no Brasil não funciona, é um mando e desmando, todo mundo faz aquilo que quer, ninguém sabe conviver em sociedade e a polícia que deveria nos proteger, também está de mãos atadas. Pra isso ter ocorrido provavelmente foi algum “poderoso” ou “amigo” ou “conhecido”, pq o cidadão comum tem recebido uma banana do bar e da polícia em relação a esse problema faz tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.