quinta-feira , 17 agosto 2017
Tati Morais

Associação alerta para golpe contra engenheiros


Comprovante apresentava dados falsificados (foto: arquivo pessoal).

A Associação Sul Mineira de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (ASEAA) está alertando para um golpe que vem sendo praticado na região. Segundo a ASEAA, engenheiros estão sendo procurados por golpista que, depois de contratar projeto para suposta fazenda em Caldas ,pede dinheiro com a promessa de pagar depois. Até hoje não há registros de vítimas que tenham perdido dinheiro, mas fica o alerta.

O caso veio à tona quando o engenheiro Eduardo de Paula relatou o caso aos colegas através das redes sociais. Com o relato, outro engenheiro, Leandro Tramonte, também contou que o mesmo havia acontecido com ele e nesta sexta-feira (3) uma loja de construção diz ter sido procurada pela mesma pessoa.

A ASEAA relata que o golpista é altamente convincente, passa confiança, faz amizade e tenta o golpe. “Fiz o áudio para alertar os profissionais liberais e ou donos de empresas que quase fui vítima de um golpe. A pessoa me procurou antes do Carnaval me solicitando orçamentos para projetos, uma casa sede e dois galpões de café na Fazenda Dois Irmãos a 17 quilômetros do trevo de Caldas”, conta o Eduardo. “Ao longo da semana ele foi me envolvendo, conversando por Whats App e e-mail. Enviei o orçamento, ele pediu mais detalhes até ganhar a minha confiança”, acrescenta.

Publicidade

Com o esquema estabelecido o golpista marcou de encontrar com o engenheiro para que ele conhecesse o local, mas em cima da hora marcada o autor pediu que ele fizesse uma transferência de R$4.350 para a conta dele, já que ele estava tendo problemas. “Ele me enviou um comprovante de transferência para a minha conta e eu quase atendi o seu pedido, ele me pressionava e me ligava, mas acabei optando por não fazer”, pontua o engenheiro.

O golpista se identificou como sendo Luis Roberto e tinha um telefone do Rio de Janeiro. Ele encerrou os contatos quando a transferência não foi feita. Diante da situação, Eduardo optou por alertar os colegas de profissão e ainda registrar um boletim de ocorrência na manhã de hoje.

Outro engenheiro, que não quis se identificar, relata a mesma história, desde os moldes do projeto, a identificação com Luís e o número de telefone do Rio de Janeiro. “Após ligar algumas vezes, combinamos uma visita ao local, para ele explicar tudo que iria fazer para posterior orçamento. Duas horas antes recebi outra ligação do Luís confirmando a visita, mas seguida da conversa que ele tinha que pagar o boleto de duas colheitadeiras que tinha comprado e que era pra eu pagar, R$1.500, que me ressarcia assim que nos encontrássemos na fazenda”.

Os argumentos eram de que por estar na propriedade rural ele não estaria conseguindo realizar a transação, mas o engenheiro se negou. Neste momento o golpista pediu sua conta para o depósito imediato da quantia. “Aí tudo transpareceu que era golpe. O golpista tem uma conversa envolvente, pediu indicação de alguém pra fazer terraplanagem, provavelmente tentaria a mesma estratégia”, explica.

Com o caso atingindo mais de uma pessoa a associação optou por procurar os meios de comunicação e dar publicidade ao caso, a fim de evitar novos crimes. A ASEAA ainda orienta que, caso mais alguém tenha sido procurado pelo golpista, registre o caso junto à polícia e não faça nenhum depósito.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.