Publicidade
Unifenas
Publicidade
Unifenas
Publicidade
Unifenas
Publicidade
Unifenas
Publicidade
Rubio ao lado de membros da comissão técnica da Seleção Nacional de Futsal dos Emirados Árabes Unidos - UAE
Rubio ao lado de membros da comissão técnica da Seleção Nacional de Futsal dos Emirados Árabes Unidos – UAE

O poços-caldense Rubio Guerra, mais conhecido por Rubinho, assinou nesta semana o contrato para comandar a Seleção de futsal masculino dos Emirados Árabes Unidos. O contrato tem duração de 12 meses, podendo ser renovado por mais dois anos.

Publicidade

Rubio, que estava no comando do Al Arabi Sporting Club até o final do primeiro semestre deste ano, chega aos Emirados Árabes Unidos, no continente asiático, com a missão de difundir o esporte que está no país há pouco mais de quatro anos.

“No comando do Al Arabi Sporting Club fui campeão da Copa do Rei deste ano e levei o clube ao primeiro título na modalidade de futsal, agora espero traçar o mesmo caminho vitorioso por aqui, mesmo sabendo que o futsal ainda é uma modalidade nova no país. Tenho certeza de que desenvolvendo um bom trabalho com os jogadores chegaremos longe com essa seleção.”, conta o novo treinador da Seleção dos Emirados Árabes Unidos.

Ex-jogador de futebol de campo e de futsal, Rubinho jogou até 1999, quando se despediu das quadras pela equipe do Minas. De jogador, o atleta passou a atuar fora das quatro linhas e iniciou a carreira como treinador tornando-se o primeiro treinador brasileiro a chegar ao Kuwait. Comandou a Seleção do Canadá (AMF-FISUSA) que participou do Grand Prix no Brasil em 2007 e foi um dos fundadores da equipe Futsal Club Toronto. Além disso, consagrou-se o primeiro treinador de futsal brasileiro a trabalhar no Oriente Médio, assumindo a Seleção do Qatar, onde atuou por três anos consecutivos.

“Sempre digo que nasci em Poços de Caldas e sou muito grato à cidade, em especial, a minha família e todas aquelas pessoas que me incentivaram para continuar com o trabalho no futsal, que não é fácil, principalmente para os treinadores brasileiros, porque a concorrência no mercado é grande. Só eu sei o quanto eu lutei para chegar até aqui. Com muito esforço, trabalho, luta e com muita fé em DEUS tenho conseguido me manter entre os melhores treinadores de futsal do mundo.”, salienta Rubinho.

O primeiro contato do novo treinado com os jogadores está marcado para os próximos dias na Turquia, onde a seleção participa de quatro amistosos. Na sequência a delegação viaja para Doha no Qatar e estreia no dia 02 de outubro na Copa dos Países do Golfo Pérsico – primeira na história do futsal. Participam da Copa as seleções de Bahrain, Qatar, Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Fonte: Lúcia Ribeiro/ Jornalista e assessora de imprensa