Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade

O Ministério Público entrou na Justiça com uma ação civil de improbidade administrativa contra o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo (PSDB), nesta quarta-feira (4). A ação já consta no site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

A reportagem do Poços Já entrou em contato com o promotor Sidnei Boccia, da 2ª Promotoria de Justiça. Por telefone, ele disse apenas que “a questão do transporte tem muitos pontos pendentes e serão tomadas várias medidas distintas”.

Quanto ao pedido de improbidade administrativa, Boccia preferiu não comentar. Esta é a segunda ação recente do MP sobre o tema. A primeira, que pedia o afastamento do prefeito, foi negada pela juíza Tereza Conceição Lopes de Azevedo, da 1ª Vara Cível, na sexta-feira (29).

O motivo seria a prorrogação do contrato com a empresa Auto Ombinus Circullare, publicada dia 26 de novembro, por mais seis meses, o que contraria o contrato de concessão.

ERRATA

A primeira versão desta reportagem afirmava que esta seria a segunda ação do MP que pediria o afastamento do prefeito. O texto foi atualizado durante a manhã de quinta-feira (5).