Publicidade

A virada do ano é mágica. É o momento de acreditar no milagre da renovação e ter a esperança que daqui pra frente tudo será diferente.

Mesmo que os noticiários nos lembrem a todo momento do alto índice de violência à mulher que temos em nosso país, outras notícias nos enchem de fé e nos aliviam.

Um exemplo forte e único de 2019 foi o protesto que aconteceu na Índia, onde 5 milhões de mulheres formaram um cordão humano e de pulsos erguidos, lutando por igualdade de gênero. Neste país, as mulheres menstruadas são consideradas impuras. Mulheres com idade de 10 a 50 anos são proibidas de frequentarem templos religiosos.

Outra notícia incrível foi a decisão histórica da proibição da mutilação feminina na Nigéria.

Houve também um número recorde de mulheres inscritas na maior competição off-road do mundo: o Rally Dakar.

Até mesmo o abraço naquela amiga querida que saiu de um relacionamento abusivo e conseguiu refazer a vida amorosa.

Aos poucos estamos evoluindo, passo a passo, rumo a um mundo de igualdades.

Portanto, os meus desejos para 2019 são que cada mulher seja ouvida sem ser interrompida, que ela possa dizer “não” quando bem entender, que nenhuma delas seja despedida do trabalho ao voltar da licença maternidade e que todas voltem para casa em segurança sem serem violentadas física e psicologicamente.

Para que o mundo seja diferente, comece por você.

Feliz 2019.

*Aline Ambrogi é médica veterinária e fundadora da ONG Carol Sanches.

Publicidade