Publicidade
Professor Carlos será presidente da Câmara no biênio 2019-2020 (foto: Juliano Borges/Poços Já)

 

O Poços Já Política foi até a Câmara Municipal conversar com o presidente eleito, Professor Carlos (PSC). Aos 49, ele está no terceiro ano do primeiro mandato como vereador e assume a partir de terça-feira (1º) o comando da Casa. Continue lendo e conheça um pouco mais sobre o novo presidente do Legislativo local.

Carlos é formado em filosofia, com mestrado em bioética, e também atua nas áreas de história e teologia. É professor da Escola Estadual David Campista desde 1990 e deu aulas na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). Em 2016 foi eleito parlamentar com 920 votos.

Na vida pessoal, um fato chama muita atenção. Teve 13 filhos no casamento com Gislene Oliveira Costa. O mais velho já tem 25 anos e os mais novos, um casal de gêmeos, completaram 3. Ele afirma que segue os preceitos do catolicismo e não limita a quantidade de filhos. Apesar das dificuldades, diz que a paternidade é um grande prazer. “A alegria que nos dá esse número de filhos supera tudo. É uma experiência bonita, singular”.

Voltando ao trabalho na Câmara, Professor Carlos é presidente da Comissão de Justiça, Legislação e Redação Final, vice-presidente da Comissão das Águas e membro da Comissão de Defesa do Meio Ambiente. Nestes dois anos de mandato, também teve destaque a dedicação do parlamentar à abordagem do espectro autista, inclusive com instituição do Abril Azul e realização de um simpósio na Câmara sobre o tema.

Metas como presidente

Nos próximos dois anos ele pretende aumentar a participação popular no Legislativo, seja ampliando iniciativas que já existem – Parlamento Jovem, Câmara em Visita, audiências públicas e sessões solenes – ou criando novas ações, até mesmo educativas.

Segundo o vereador, o objetivo desse trabalho é que a função e o desempenho dos parlamentares fiquem mais evidentes para os poços-caldenses. “São iniciativas para que a população possa de fato entender o que é o trabalho do vereador, como é realizado o trabalho do vereador, e entender que a Câmara está aberta à população. A função primordial da Câmara é justamente a representação popular e para isso é preciso ouvir a população”, comenta o presidente eleito.

Publicidade