segunda-feira , 11 dezembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Prefeitura desaloja fundação que ampara vítimas de câncer

Fundação Laço Rosa tem até dezembro para sair de sala cedida pela Secretaria de Saúde. Comunicado acontece no mês seguinte à programação especial de prevenção ao câncer de mama promovida pelo município.


No mês seguinte à intensa programação municipal referente ao Outubro Rosa, de conscientização à prevenção do câncer de mama, a Prefeitura deixa sem espaço para trabalhar o núcleo da Fundação Laço Rosa em Poços de Caldas. Isso porque a Secretaria Municipal de Saúde, que havia cedido uma sala para que a fundação realizasse seus trabalhos, pediu o local de volta. A alegação é de que será montado um laboratório de odontologia no lugar.

A Fundação Laço Rosa nasceu no Rio de Janeiro, em 2011, com o objetivo de acolher pacientes com câncer, além de manter um banco de perucas. Chegou em Poços no ano passado, por meio da esteticista Patrícia Gil, que é embaixadora da Fundação em Minas Gerais. Patrícia também lutou contra um câncer de mama e hoje ajuda outras pacientes a passarem pela doença. Em Poços, o local inicial de trabalho era um pequeno espaço na Unacon. Em agosto deste ano foi inaugurada a sede na rua Pará, onde funciona a Secretaria de Saúde.

A notícia de que o espaço não poderá mais ser utilizado pela Fundação pegou a embaixadora de surpresa. “A gente ficou sem chão porque é um trabalho muito importante que a gente desenvolve, a gente não faz só um trabalho de entregas de perucas e lenços, a gente tem um trabalho social muito grande, temos terapia em grupo, nós também orientamos as pacientes quanto aos seus direitos, enfim, é um trabalho bem abrangente. Eu questionei se a gente podia ocupar qualquer outra sala que a prefeitura tivesse pra nos ajudar a continuar o nosso trabalho, mas disseram que não tinham nenhum outro lugar para estar acolhendo a fundação,” lamenta Patrícia.

O fato causou estranheza também nos vereadores Paulo Tadeu D’Arcadia e Maria Cecília Opípari, ambos do PT. Procurados por Patrícia, entraram com um pedido de informações na Câmara, durante a sessão de terça-feira (14), para entender o que de fato ocorreu.

“A gente recebeu com surpresa essa informação, até porque foi a própria administração que ofereceu a sala pra Fundação. Agora pediu que ela saísse.  Nosso questionamento pro Executivo é para entender porque eles ofereceram sabendo que eles iam montar um laboratório nessa sala. A gente entende que as associações são muito importantes porque acolhem essas famílias, amparam as mulheres em tratamento de câncer. Diante disso, a gente questiona o Executivo se eles têm intenção de dar outra sala pra ela ou expliquem porque realmente eles fizeram isso,” pontua a vereadora Maria Cecília.

Patrícia Gil é embaixadora da Laço Rosa em Minas Gerais

O vereador Paulo Tadeu acredita que o fato deve ser bem explicado pela atual administração, e espera que com o requerimento apresentado possa obter todas as informações. “Eu estou perplexo com essa situação. Essa fundação, através de sua embaixadora, foi convidada a ocupar um espaço dentro da Secretaria de Saúde e alguns meses depois são despejados a pretexto da construção de um laboratório. Eu entendo que tem mais coisas além disso, não se trata apenas da construção de um laboratório, porque um governo supostamente técnico já deveria estar planejando esse laboratório há algum tempo e não cederia esse espaço a ninguém.”

De acordo com Patrícia, a Secretaria de Saúde deu o prazo até dezembro para que a Fundação desocupe o espaço. Caso não encontre outro local para atender às pacientes, o grupo deve voltar à Unacon, onde permanece o trabalho de triagem, realizado por voluntárias da Fundação.

Secretaria de Saúde

A reportagem do Poços Já Política entrou em contato com o secretário de Saúde, Carlos Mosconi, que por telefone informou que sempre houve limitação de espaço na secretaria, e que é comum realizarem remanejamentos.  Disse ainda que um grupo de odontologia que atua no município precisa de um laboratório de ortodontia, e o único espaço possível para montar o laboratório seria a sala ocupada pela Fundação, por isso houve a necessidade de solicitar a sala de volta. Questionado se a prefeitura iria oferecer um outro espaço à fundação, o secretário afirmou que por enquanto não há previsão para que isso aconteça.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.