domingo , 19 novembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Estrabismo precisa ser tratado na infância, informa dr. Carlos Aterje

Médico oftalmologista explica tratamentos, que são simples mas devem ser feitos antes dos sete anos


O estrabismo é mais do que uma questão estética. Este é um problema que pode prejudicar a visão e precisa de tratamento específico e diagnóstico precoce.

O médico oftalmologista Carlos Aterje informa que o deslocamento do olho é causado por diferença na potência dos músculos ao redor, que podem puxar o órgão para fora (exotropia) ou para dentro (esotropia), além do deslocamento vertical.

Geralmente os casos são genéticos e se manifestam já na infância. “Quando há histórico na família, os pais devem levar os filhos para serem examinados imediatamente, assim que nascem. Existem casos que já começam com recém-nascidos e outros que aparecem depois, até a criança completar sete anos”, explica Aterje.

Os adultos também podem ser surpreendidos com o estrabismo, devido a problemas como diabetes, obstrução de artéria e tumor ou lesão cerebral.

Dr. Carlos Aterje conversou com o Poços Já sobre estrabismo (foto: Juliano Borges/Poços Já)

Tratamento

Há diferentes formas de tratamento, que vão da cirurgia à simples correção por meio de óculos ou lentes. Quando a criança tem apenas um lado estrábico, é importante tampar o olho que está posicionado corretamente.

A medida é necessária porque o sistema nervoso naturalmente ignora a visão que vem do olho estrábico. Caso isso não seja feito pode ocorrer ambliopia, que é o desenvolvimento da visão em apenas um olho. Todo o tratamento precisa ocorrer antes dos sete anos de idade, pois nessa idade o desenvolvimento ocular é concluído.

O estrabismo também pode ser provocado por problemas mais comuns, como miopia e hipermetropia. Nesses casos, a correção do grau é suficiente para ajustar a visão.

O principal alerta feito pelo oftalmologista é para os pais. “Os pais devem prestar atenção se a criança entorta o olho, se aproxima do olho objetos para enxergar, se tem dificuldade para enxergar de perto ou longe. Muitas vezes o estrabismo pode ser imperceptível. Por isso, o ideal é sempre levar as crianças ao oftalmologista”.

O Centro Oftalmológico dr. Carlos Aterje fica na rua Ceará, 188, Centro de Poços de Caldas. O telefone é 3722-2808.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.