Publicidade

A revista Exame, de circulação nacional, divulgou dia cinco de outubro o ranking das 100 melhores cidades do país para investimentos em negócios. Poços de Caldas, uma das 50 representantes da região sudeste, aparece na posição 92. 

O levantamento considera municípios com mais de 100 mil habitantes e não citava a cidade nas listas de 2015 e 2016. O índice mais alto foi o de São Paulo (SP), 15,29. Poços chegou à nota 9,24 por meio da análise de 28 itens, em áreas como desenvolvimento social e econômico, capital humano e infraestrutura. 

Poços de Caldas aparece atrás de outros municípios do sul de Minas como Varginha (80º), Pouso Alegre (83º) e Lavras (86º). Também representam o estado as cidades de Belo Horizonte (9º), Uberlândia (28º), Juiz de Fora (43º), Araxá (71º) e Uberaba (73º). O ranking completo pode ser acessado neste link

Vice-prefeito 

O vice-prefeito Flávio Faria, também titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), diz que a colocação de Poços no ranking da Revista Exame mostra a boa qualidade dos serviços prestados à população, que torna o município referência em Minas e no Brasil. De acordo com ele, para avançar mais em desenvolvimento econômico é importante planejamento, porque “quanto mais qualidade, maior é a exigência de usuário dos serviços”.

Faria destaca a importância do Distrito Industrial e diz que as novas empresas já instaladas naquela área têm contribuído para o avanço de Poços nos índices sociais. De acordo com vice-prefeito, grandes grupos, médias e pequenas empresas já se instalaram no município. “Queremos agora tornar as empresas locais fornecedoras dos órgão públicos, para isso estamos num processo de valorização e potencialização do empresário de Poços”, comentou.