segunda-feira , 18 dezembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Vereador pede tombamento do Colégio Municipal

Projeto será encaminhado ao Condephaat, para levantamentos necessários.


O vereador Álvaro Cagnani (PSDB) entrou na Câmara com um projeto de lei que pede o tombamento do prédio do Colégio Municipal Doutor José Vargas de Souza.  Entre os motivos que o levaram a pedir o tombamento está a arquitetura da obra.

O Colégio Municipal foi fundado em 1.927 com o nome de Ateneu Brasiliense e depois de várias denominações, em 1950 tornou-se Colégio Marista e finalmente em 1977 recebeu o nome que tem hoje. “É um patrimônio da cidade, é um colégio de tradição e possui uma arquitetura muito bonita e peculiar”, esclarece Cagnani.

Prédio foi construído em 1927 (foto: divulgação)

O colégio fica às margens da Serra de São Domingos e tem uma das mais completas estruturas educacionais entre as unidades públicas. O legislador diz que é preciso cuidar desse próprio, coisa que o tombamento proporcionaria por reconhecer o valor histórico do local.

O projeto de lei foi encaminhado às comissões pertinentes, que por sua vez remetem ao Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat), que estuda o projeto e dá ou não seu aval, para que retorne à Casa e possa ser votado.

“No ano passado conseguimos aprovar o tombamento do Country Club, do prédio da prefeitura, da Fonte dos Amores e da Igreja Nossa Senhora de Fátima, então vamos aguardar as reuniões e o levantamento histórico e em um prazo de quatro a cinco meses teremos essa aprovação”, pontua Álvaro.

Além de preservar o próprio municipal, o tombamento garante pontos junto a destinação de verbas para cidades com locais históricos e culturais.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.