terça-feira , 22 agosto 2017
Últimas Notícias
App Poços Já

Diabetes pode provocar perda total da visão, informa dr. Carlos Aterje

Controle dos níveis de glicose, por meio da alimentação, é o melhor caminho para evitar a doença.


Dr. Carlos Aterje explica tratamentos para problemas oculares causados pelo diabetes.

O diabetes é uma doença crônica causada pela não produção de insulina no corpo e atinge mais de 3,2 milhões de brasileiros. Entre as principais complicações, está a possível perda de visão, provocada por catarata ou retinopatia diabética. “Para evitar esse comprometimento, o diabético precisa se atentar ao controle da glicemia, tomar insulina, utilizar remédios, quando necessário. O importante é é manter o nível de glicose sempre abaixo de 100. Também é essencial fazer visitas regulares ao oftalmologista, normalmente a cada seis meses, e ao endocrinologista”, explica o médico oftalmologista Carlos Aterje.

A doença pode causar perda parcial ou definitiva da visão. Isso acontece porque, como ressalta o doutor, o olho é um dos órgãos mais sensíveis do corpo e, consequentemente, um dos primeiros a ser afetado pelo diabetes. “No fundo do olho existe uma membrana chamada retina. Ela é muito afetada pelo diabetes, provocando a retinopatia diabética. Essa doença pode ser dividida na fase inicial, quando causa poucos danos, desde a formação de exsudatos e hemorragias. Pode ser que cause também edema na mácula, que é a região que mais enxerga do olho, sem contar a catarata”, ressalta.

Tratamento

De acordo com o que dr. Aterje explica, existem maneiras de prevenir que o diabetes ocasione problemas oculares. A principal delas é o cuidado com a glicemia. Mas é preciso também manter uma alimentação regrada, com alimentos saudáveis, e tomar cuidado, inclusive, com o consumo de frutas, já que algumas são muito doces.

Uma vez desenvolvida a doença, os tratamentos são diferenciados e variam desde sessões de laser até cirurgias. “No caso da catarata, é necessário fazer cirurgia. O oftalmologista vai retirar o cristalino, que é a região afetada, e substituí-lo por uma lente cristalina artificial. Feito isso, a pessoa recupera a visão. Mas quando afeta a retina, as chances de recuperação de visão são pequenas. O comprometimento já é definitivo”, ressalta.

Ele ainda fala sobre o tratamento com antiangiogênicos, medicamentos injetados dentro do globo ocular para diminuir o edema e melhorar hemorragias, no caso de diagnóstico de retinopatia diabética. “Esses são medicamentos relativamente mais caros e, em consequência, o tratamento também é mais alto. A indicação é que o tratamento seja feito uma vez por mês, em três sessões, mas pode ser que sejam indicadas ainda mais sessões”, finaliza.

O Centro Oftalmológico Carlos Aterje fica na rua Ceará, 118, Centro de Poços de Caldas. Mais informações pelo telefone 3722-2808.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.