sábado , 22 abril 2017
Últimas Notícias

Vereador defende construção do Hospital do Câncer

Lucas Arruda (Rede) enviou moção ao governo estadual pedindo para que recursos sejam liberados.


S
Santa Casa atende pacientes com câncer por meio do Unacon.

Aprovada por unanimidade na semana passada, durante reunião ordinária da Câmara Municipal, a Moção de Apelo n. 07/2017 solicita ao Governo do Estado a liberação de recursos para construção do Hospital do Câncer em Poços de Caldas. A proposição é de autoria do vereador Lucas Arruda (Rede), que destacou a importância da ampliação do serviço oncológico no município.

Durante discussão da proposta em plenário, o legislador ressaltou que o assunto vem sendo abordado há bastante tempo. Ele lembrou que, no ano de 2013, aconteceu o lançamento da pedra fundamental para construção da nova Unidade de Atendimento de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), também chamada de Hospital do Câncer. Além disso, segundo informações contidas no documento aprovado pela Câmara, foram firmados dois convênios entre a Santa Casa de Poços e a Secretaria de Estado de Saúde, o primeiro no valor de R$ 4 milhões e o segundo de R$ 6 milhões. Do total desses recursos, R$ 600 mil chegaram a ser liberados para execução do projeto.

Vereador Lucas Arruda enviou moção ao governo estadual (foto: Câmara Municipal de Poços de Caldas).

De acordo com o vereador, o Legislativo de Poços reconhece a qualidade do tratamento que é hoje oferecido à população pelo Hospital da Santa Casa. No entanto, ele destacou que a melhoria das estruturas física, tecnológica e profissional, com a ampliação da oferta do serviço oncológico, seria de grande relevância para o município e região. “O objetivo é que o governo volte a discutir essa liberação. A obra irá fortalecer ainda mais o tratamento que já é realizado em Poços, trazendo um número maior de profissionais e de atendimentos. A intenção é, também, facilitar para aqueles pacientes que precisam se deslocar até outras cidades para o tratamento”, declarou Lucas Arruda.

O parlamentar lembrou que, em 2015, a Secretaria de Estado solicitou novo projeto da obra à Santa Casa e que o valor total era de aproximadamente R$ 16 milhões, o que exigiria a rescisão dos convênios existentes e a celebração de novas parcerias. Para ele, é preciso retomar as discussões. “Já estive em contato com a Prefeitura e, apesar do momento financeiro delicado, o debate já foi retomado. Por isso, é preciso que o governo estadual dê uma atenção especial para essa questão. É um assunto que nos preocupa e preocupa também a comunidade”, concluiu.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.