domingo , 19 novembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Escolas Estaduais aderem a greve nacional


Pelo menos quatro escolas estaduais de Poços de Caldas aderiram à greve nacional da Educação, que começou nesta quarta-feira (15), em várias cidades do país. Segundo nota oficial divulgada na página oficial da Escola Estadual David Campista, a decisão foi tomada no início da noite, durante reunião.

A escola também publicou a cópia do ofício enviado às escolas estaduais pela Secretaria do Estado de Educação, convocando a todos para uma greve geral, por tempo indeterminado.

As escolas Padrão do Parque das Nações, Francisco Escobar e Edmundo Cardillo também paralisaram as atividades. A última ainda teve professores que preferiram não aderir à greve e estão dando aulas. Os professores devem comparecer às escolas na manhã desta quinta-feira (16), apenas para informar a pais e alunos o motivo da greve.

Sind-Ute

O Sindicato Único dos Trabalhadores de em Educação(Sind-Ute), de Poços de Caldas, protocolou, na última quinta-feira (9), uma notificação para a Secretaria de Estado da Educação (SEE) informando sobre o início da greve, a partir de dia 15 de março, nas escolas estaduais, Superintendências Regionais de Ensino (SREs) e Órgão Central.

O objetivo da greve é pressionar o governo estadual a cumprir o acordo feito em 2015 que prevê, entre outras medidas, o pagamento do piso salarial de 2018.

O protocolo da notificação cumpre requisito legal para que a greve seja considerada falta-greve. Não pode, portanto, ser considerada falta comum. Todos os trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual que aderirem à greve estão amparados pela notificação feita pelo Sindicato.

App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.